Compartilhe!

Amistoso em 1941: Sport 2 x 2 Bahia

O jogo já passou por tantas fases que até a grafia era distinta. Acima, o Diario de PE em 1941.

Com mais de 90 anos, o clássico nordestino entre Bahia e Sport é não só o duelo com títulos mais expressivos como o jogo mais recorrente na região à parte dos clássicos estaduais. E deverá ser o primeiro a alcançar 100 capítulos. E este é o foco desta publicação, para que o centésimo jogo seja celebrado quando for mesmo o centésimo. Esse cuidado se deve à necessária uniformização estatística. A visão parte dos dias que antecederam ao jogo pela 11ª rodada da Série B de 2022, em Salvador, com canais relacionados aos dois clubes utilizando dados discrepantes.

O SofaScore do Sport, um bom perfil especializado em números do clube rubro-negro, apontou o jogo previsto para 8 de junho como o 100º da história, enquanto o perfil oficial do Bahia no Twitter tratou como o 96º. Nem um nem outro, pois o próximo jogo será, com segurança, o 98º. A diferença está na contabilização de algumas partidas fora do padrão. Para mais, por exemplo, o triunfo do Bahia sobre o “Combinado Náutico/Sport” em 1932 – sim, essa dupla existiu. Ou também em jogos contra a seleção baiana, erroneamente computadas no passado, com a pesquisa ainda turva. Citando exemplos “para menos”, na contagem original dos baianos, a ausência de um empate em 3 x 3 em 1962, quando o time fez uma escala no Recife. O jogo foi registrado pelo Diario de Pernambuco, com reportagem extensa.

Mas o que leva a considerar que o número de 97 jogos realizados, citado pelo blog, é o correto? Porque foi o cruzamento da pesquisa de Carlos Celso Cordeiro, o responsável pela documentação de todos os jogos do trio de ferro pernambucano, com a pesquisa de Luiz Teles, que foi responsável pela pesquisa oficial do Bahia, voltada para o museu do clube tricolor, na Fonte Nove. As lacunas das duas listas foram checadas com jornais do Recife e de Salvador, comprovando todos os clássicos com data, local, resultado e competição.

Nesta publicação do blog, portanto, apresento a planilha com todas as partidas oficiais entre Bahia e Sport, com o Baêa tendo mais triunfos que o rival, 38 x 30. Em tempo: o 100º jogo de fato deverá acontecer em 2023, provavelmente na fase classificatória da Copa do Nordeste.

Histórico geral de Bahia x Sport (todos os mandos)
97 jogos
38 triunfos tricolores (39,1%)
29 empates (29,8%)
30 vitórias rubro-negras (30,9%)
131 gols do Bahia e 122 gols do Sport

1) Além do quadro absoluto, o Bahia tem larga vantagem em mata-matas, com 7 x 2. Ganhou a final da Copa do Nordeste em 2001 e 2017 e a semifinal regional em 1997 e 2015, ganhou as quartas da Taça Brasil em 1959 e 1963, valendo também pela final da Taça Norte nos dois anos, e ainda se classificou nas quartas do Brasileirão de 1988. Já o Sport se deu bem apenas na semifinal do Nordestão de 1994 e na Copa Sul-Americana de 2015.

2) O maior público na história do confronto aconteceu na decisão da Lampions de 2001, realizada em jogo único. O Bahia fez 3 x 1 no Sport diante de 65.924 pagantes na antiga Fonte Nova. Na prática a marca é maior, pois foram 69 mil espectadores, somando os não pagantes.

3) Apesar da histórica vantagem do tricolor, o Sport já liderou o scout algumas vezes, chegando a abrir 4 vitórias de diferença em 1957 – no embalo de 7 vitórias seguidas!. Contudo, a última vantagem foi obtida em 1º de maio de 1970, quando estabeleceu 13V, 10E e 12D. O Bahia retomou a dianteira de forma definitiva, até hoje, em 11 de março de 1982. De lá pra cá o clube de Salvador chegou a abrir 14 triunfos, em 2015 e 2017, o recorde de diferença até hoje. Confira a evolução desse quadro em nove décadas numa arte do perfil ECBahia Números.

4) A maior goleada do confronto foi aplicada pelo Sport, que fez 6 x 0 em duas oportunidades nos anos 50. A primeira em 1956 e a segunda 1959. Já o Bahia tem como resultado mais dilatado o 6 x 1 em 1945. Como visitante, o recorde é baiano, com 5 x 2 na Ilha do Retiro em 1955.

5) Em 1939, na condição de campeões estaduais (de 1938), Sport e Bahia acertaram jogos valendo o “Título de Campeão do Nordeste”. No primeiro jogo na llha do Retiro, o palco com mais clássicos até hoje, o Sport venceu por 4 x 2. Porém, a conquista não foi oficializada.

Os estádios dos 97 clássicos nordestinos
42 vezes – Ilha do Retiro (17V do Sport, 11E e 14V do Bahia)
38 vezes – Fonte Nova (18V do Bahia, 12E e 8V do Sport)
6 vezes – Pituaçu (3V do Bahia, 1E e 2V do Sport)
3 vezes – Arruda (1V do Sport e 2E)
2 vezes – Aflitos (2E)
2 vezes – Campo a Graça (2V do Bahia)
2 vezes – Campo da Avenida Malaquias (1V do Sport e 1V do Bahia)
1 vez – Arena Pernambuco (1V do Sport)
1 vez – Rei Pelé (1E)

O retrospecto por estado
50 jogos em Pernambuco: 20V do Sport, 15E e 15V do Bahia
46 jogos na Bahia: 23V do Bahia, 13E e 10V do Sport
1 jogo em Alagoas: 1E

Abaixo, a lista completa de jogos entre Bahia e Sport até a Copa do Nordeste de 2022.


Compartilhe!