Compartilhe!

O técnico Tite vive o seu pior momento no comando da Seleção. Fotos: Lucas Figueiredo/CBF.

O Brasil voltou a jogar mal. Após o título da Copa América, no Maracanã, a Seleção disputou quatro amistosos, todos no exterior, em campo neutro. Mesmo sem enfrentar ninguém de primeira linha, o time soma 3E e 1D, num desempenho coletivo que não agrada.

Novamente em Cingapura, o time de Tite empatou com a Nigéria em 1 x 1. No 1T, Aribo abriu o placar numa boa trama, com cruzamento, assistência e infiltração. O time verde e amarelo igualou no comecinho do 2T, com Casemiro pegando um rebote. Embora o “mandante” tenha crescido, sobretudo do lado esquerdo, a falta de variação de jogo facilitou o trabalho africano. Assim, o time somou outro jogo decepcionante – tanto em resultado quanto em desempenho. Esta já é a pior sequência nos últimos seis anos. Entre 11/2012 e 03/2013 o Brasil ficou 5 jogos sem vitória, com 3E e 2D. Levando em conta que o próximo adversário é a Argentina, será que a marca será igualada?

Quanto ao público, o vazio do jogo anterior, embora o borderô oficial tenha apontado 20.385 pessoas no Estádio Nacional, que tem 55 mil lugares. De toda forma, a ocupação de 37% já foi abaixo do padrão da Seleção, cujo contrato para jogos do tipo, no “Brasil Global Tour”, segue até 2022. Este acordo foi firmado entre a CBF e a empresa ISE, que integra o Grupo Dalla All Baraka, sediado no Oriente Médio. Cada amistoso renderia cerca de US$ 1 milhão à CBF. E o padrão não muda. No próximo giro, em novembro, dois jogos no exterior, em campo neutro.

Escalação do Brasil (melhores: 1 Lodi, 2 Jesus; piores: 1 Coutinho, 2 Arthur)
Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Casemiro, Arthur (Fabinho, 34/2T) e Neymar (Philippe Coutinho, 11/1T); Gabriel Jesus (Lucas Paquetá, 42/2T), Firmino (Gabigol, 16/2T) e Everton (Richarlison, intervalo). Técnico: Tite

Brasil Global Tour pós-Copa América
06/09 – Brasil 2 x 2 Colômbia (EUA, 65.232 pessoas)
10/09 – Brasil 0 x 1 Peru (EUA, 32.287 pessoas)
10/10 – Brasil 1 x 1 Senegal (Cingapura, 20.621 pessoas)
13/10 – Brasil 1 x 1 Nigéria (Cingapura, 20.385 pessoas)
15/11 – Brasil x Argentina (Arábia Saudita, a disputar)
19/11 – Brasil x Coreia do Sul (Emirados Árabes, a disputar)

Brasil de Tite, de 09/2016 a 10/2019
46 jogos* (32 sem sofrer gols)
33 vitórias
10 empates
3 derrotas
97 GP e 16 GC
78,9% de aproveitamento
* Pós-Mundial 2018 (20 jogos): 13V, 6E e 1D


Compartilhe!