Compartilhe!

Fifa/Getty Images

A eliminação precoce da Alemanha, mais cedo, ligou o sinal de alerta na Seleção Brasileira. Na verdade, reforçou o tom de amarelo, pois a cara de decisão contra a Sérvia já estava estabelecida. O jogo seria complicado, até mesmo pelo perfil do adversário, fisicamente forte e mais alto, com 10 cm acima da média brasileira. Ou seja, jogo por baixo, certo?

Não. No estádio do Spartak, em Moscou, o Brasil chegou à vitória sem medo de jogar bola. No primeiro gol, aos 36/1T, um lançamento primoroso de Philippe Coutinho, do meio-campo – até aqui, é o melhor nome do país. O volante Paulinho enfim apareceu como ‘efeito-surpresa’ e tirou do alcance de Stojkovic. O resultado era merecido, embora o time europeu estivesse fazendo o seu futebol, com um centroavante espetado na área, abrindo espaço para os companheiros.

Na etapa complementar, o jogo brasileiro passou por um período de tensão, com a Sérvia acertando a marcação – não por acaso, recuperou mais bolas na partida, 56 x 52. E foram três lances seguidos com perigo – dois deles em cabeçadas do camisa 9, Mitrovic, de 1,89m.

Após a entrada de Fernandinho, o time de Tite voltou a ter o controle da bola, ditando o ritmo. Curiosamente, mas não por isso, o segundo gol saiu logo depois, num escanteio cobrado por Neymar, com o zagueiro Thiago Silva subindo bastante para definir a vitória verde e amarela, 2 x 0. Com o empate da Suíça no outro jogo, o Brasil acabou como líder do grupo E do Mundial 2018. Assim, passou da fase de grupos pela 13ª vez consecutiva, numa sequência desde 1970, sendo a 10ª seguida em 1º lugar, desde 1982. Agora, é o mata-mata. Contra o México…

Escalação do Brasil (melhores: 1 Thiago Silva, 2 Coutinho, 3 Neymar)
Alisson; Fágner, Miranda, Thiago Silva e Marcelo (Filipe Luís, 10/1T); Casemiro, Paulinho (Fernandinho, 21/T) e Phillipe Coutinho (Renato Augusto, 35/2T); Willian, Gabriel Jesus e Neymar

Neymar na Copa do Mundo (2014-2018)
8 jogos
5 gols
2 assistências

Mais vitórias na Copa do Mundo (até 27/06/2018)
1º) 72 – Brasil
2º) 67 – Alemanha
3º) 45 – Itália
4º) 43 – Argentina
5º) 30 – Espanha e França
7º) 28 – Inglaterra
8º) 27 – Holanda
9º) 23 – Uruguai
10º) 19 – Rússia

Histórico geral de Brasil x Sérvia
2 jogos
2 vitórias brasileiras 

A análise do Podcast 45 Minutos (Fred Figueiroa e Lucas Fitipaldi, direto de Moscou):

Fifa/Getty Images


Compartilhe!