Compartilhe!

Ednaldo Rodrigues e Antônio Luiz Neto

Os presidentes da CBF (Ednaldo Rodrigues) e do Santa Cruz (Antônio Luiz Neto) durante o evento no Rio de Janeiro, com placa oficial entregue ao dirigente baiano. Foto: Lucas Figueiredo/CBF.

A pedido dos clubes, a CBF realizou uma reunião com os 64 participantes para debater o repasse de cotas na Série D. O encontro na sede da entidade, no Rio, resultou no aumento absoluto de R$ 940 mil, havendo ainda uma nova distribuição das cotas previamente acertadas – abaixo, o detalhamento dos novos valores.

Em 16 de fevereiro, durante o conselho técnico da competição desta temporada, a confederação havia anunciado uma distribuição de R$ 8,5 milhões em cotas, além do custeio com viagens, hospedagens, arbitragens e alimentação dos times, como já vinha acontecendo. Agora, este número subiu para R$ 9,44 milhões, com acréscimo de 11%, numa informação adiantada pela repórter Camila Sousa, do site Globoesporte.

Para 32 clubes, o valor segue o mesmo, com a cota-base de R$ 120 mil. No caso, são os clubes eliminados na 1ª fase – restam duas rodadas. Para os 32 classificados ao mata-mata, a cota já sobe para R$ 150 mil. A partir daí, com a disputa pelas quatro vagas na Série C, a premiação extra será destinada apenas ao campeão (R$ 500 mil) e ao vice (R$ 300 mil). Na ideia original, os quatro semifinalistas, todos já com o acesso garantido, ganhariam premiações.

Somando os repasses ao supracitado custo para a realização do torneio, de aproximadamente R$ 100 mil por jogo, com 510 partidas previstas, então agora a CBF irá desembolsar R$ 60,44 milhões na 4ª divisão do Brasileiro de 2022. Ao todo, o campeão da Série D receberá R$ 650 mil em cotas, além do custeio de R$ 1,2 milhão – a maior parte pelos jogos fora de casa.

As novas cotas da Série D de 2022 (em 05/07)
– Os 32 clubes eliminados na 1ª fase recebem R$ 120 mil
– Os 32 clubes classificados à 2ª fase recebem R$ 150 mil
– O campeão ganha uma premiação extra de R$ 500 mil
– O vice ganha uma premiação extra de R$ 300 mil

Como eram as cotas da Série D de 2022 (em 16/02)
– Os 64 participantes receberiam R$ 120 mil
– O campeão ganharia uma premiação extra de R$ 320 mil
– O vice ganharia uma premiação extra de R$ 250 mil
– O 3º lugar ganharia uma premiação extra de R$ 150 mil
– O 4º lugar ganharia uma premiação extra de R$ 100 mil

Leia mais sobre o assunto
CBF vende direitos de transmissão da Série D à empresa irlandesa; a “cota” já foi repassada


Compartilhe!