Compartilhe!
  •  
  • 11
  •  
  •  

Craque do Nordestão, “Vina” já soma 15 gols nesta temporada. Foto: Felipe Santos/Ceará.

Com um golaço de voleio, o meia Vinícius definiu a classificação do Ceará sobre o Santos, com o vozão vencendo e avançando às quartas de final da Copa do Brasil pela 6ª vez em sua história, mostrando a sua força no torneio – no NE, só Vitória e Bahia chegaram mais vezes a esta etapa. Em 2020, o clube já eliminou cinco adversários, acumulando nada menos que R$ 11,38 milhões em premiações! A excelente campanha do campeão nordestino alimentou o histórico da região no mata-mata nacional. Em 32 edições, de 1989 a 2020, esta é a 37ª vez que um representante nordestino fica entre os oito melhores da copa nacional, com a disputa já na reta final.

Já com 25 participações, o Ceará soma 41 classificações e 24 eliminações em 65 confrontos. Ou seja, tem um aproveitamento de 63%, muito bom. O mais recente foi no Castelão, onde o Ceará foi de fato o melhor no duelo alvinegro. Após o empate sem gols na ida, na Vila Belmiro, o time forçou bastante o contragolpe até balançar as redes, aos 25 minutos do segundo tempo – ao todo, mesmo tendo 40% de posse de bola, teve 6 x 0 em finalizações certas. Com o 1 x 0 no placar, o vozão tratou de travar o peixe, com Marinho apagado. E assim conseguiu, com o apito final aos 51 minutos rendendo um “PIX” de R$ 3,3 milhões só por esta fase.

Agora, de volta às quartas após nove anos, o Ceará de Guto Ferreira aguarda a definição dos oito clubes, na quinta. Com isso, haverá um sorteio na sede da CBF, em pote único, com a composição do chaveamento até a final. Na próxima fase, o clube disputará uma cota de R$ 7 milhões! No recorte regional, este é o 3º ano seguido com um representante nas quartas. A última vez além disso, porém, foi em 2011, alcançando a semifinal. Com o próprio Ceará…

A seguir, confira curiosidades e dados sobre a campanha do Ceará e o ranking da região.

Campanha do Ceará na Copa do Brasil de 2020 (8 jogos; 6V, 2E e 0D)
1ª fase (128 avos) – vs Bragantino-PA (2 x 1), R$ 950 mil
2ª fase (64 avos) – vs Oeste-SP (1 x 1, com 4 x 2 nos pênaltis), R$ 1,03 mi
3ª fase (32 avos) – vs Vitória-BA (1 x 0 e 4 x 3), R$ 1,5 mi
4ª fase (16 avos) – vs Brusque-SP (2 x 0 e 5 x 1), R$ 2,0 mi
5ª fase (oitavas) – vs Santos (0 x 0 e 1 x 0), R$ 2,6 mi
6ª fase (quartas) – a definir, R$ 3,3 mi
Total acumulado em cotas: R$ 11,38 milhões

O desempenho do Ceará nas quartas da Copa do Brasil
1993 – Eliminado (vs Vasco; 1 x 2 e 0 x 2)
1994 – Classificado (vs Internacional; 1 x 0 e 1 x 2)
1997 – Eliminado (vs Palmeiras; 2 x 5 e 0 x 5)
2005 – Classificado (vs Atlético-MG; 1 x 1 e 2 x 0)
2011 – Classificado (vs Flamengo; 2 x 1 e 2 x 2)
2020 – A definir

Ranking de nordestinos nas quartas de final (entre parênteses, as classificações à semi)
10x – Vitória (2x)
7x – Bahia
6x – Ceará (3x)
5x – Sport (4x)
2x – Náutico (1x)
1x – ABC, América-RN, Baraúnas, Corinthians-AL, CSA, Fortaleza e Treze

As melhores campanhas do Nordeste na década (2011-2020)
2011 – Semifinal 1, Ceará; Oitavas 3, Bahia, Horizonte e Náutico
2012 – Quartas 2, Bahia, Vitória; Oitavas 1, Fortaleza
2013 – Oitavas 1, Salgueiro
2014 – Quartas 2, ABC e América-RN; Oitavas 2, Ceará e Santa Rita
2015 – Oitavas 1, Ceará
2016 – Oitavas 2, Botafogo-PB e Fortaleza
2017 – Oitavas 2, Santa Cruz e Sport
2018 – Quartas 1, Bahia; Oitavas 1, Vitória
2019 – Quartas 1, Bahia; Oitavas 2, Fortaleza e Sampaio Corrêa
2020 – Quartas 1, Ceará*; Oitavas 1, Fortaleza
* Em disputa

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, Celso Ishigami e Thiago Minhoca):


Compartilhe!
  •  
  • 11
  •  
  •