Compartilhe!

Sport, Náutico, Ferroviário e Íbis, os melhores colocados (e classificados à semifinal), pela ordem.

Embora tenha tido apenas 12 jogos, a primeira fase do Campeonato Pernambucano Feminino de 2020 demorou bastante. Começou em 22 de novembro e acabou apenas em 7 de março. Foram 106 dias, num período esticado devido às paralisações e à tabela desmembrada. Mas enfim houve a definição do G4.

E eram apenas quatro clubes, após duas desistências na pandemia. Assim, a etapa valeu para compor a ordem dos times e para dar movimentação às atletas, que necessitam de calendário – e este foi o mais enxuto. Ao todo, já considerando o mata-mata, a 18ª edição da competição terá apenas 17 partidas, ficando abaixo de 2017 e 2018, com 19.

Em relação ao desempenho, o cenário esperado, com o Sport de Thays (13 gols) e o Náutico de Nadine (8 gols) na frente. Cada time venceu 5 jogos e perdeu apenas 1, justamente no clássico. No caso das alvirrubras, um resultado histórico. O triunfo por 3 x 2 no Ademir Cunha, em 16/01, quebrou um jejum de 12 anos sem vitória sobre as rubro-negras em jogos oficiais.

Já a vitória leonina ocorreu no returno, nos Aflitos, em 07/03. O placar de 2 x 0 possibilitou a liderança na etapa. Assim, o Sport pegará o Íbis, que perdeu todos os jogos e sofreu 36 gols, ou 55% de todos os tentos anotados na competição – foram 65, com média de 5,41. Na fase classificatória, as leoas venceram por 5 x 1 e 9 x 0. A outra semi terá Náutico e Ferroviário – as alvirrubras venceram por 4 x 0 e 1 x 0. Parece improvável que a decisão não seja com o Clássico dos Clássicos. Lembrando que o título vale vaga na 2ª divisão do Brasileiro de 2021.

Ajuste forçado e transmissões
Devido à pandemia, a tabela precisou ser alterada nesta reta final. Inicialmente, as semifinais seriam realizadas em dois domingos, mas a “volta” precisou ser antecipada para o meio de semana, para que a decisão saísse do dia 28 para o dia 21 de março, o limite do governo do estado para atividades da competição, considerando o protocolo executado contra a Covid-19. Por isso, também foi extinta, nesta edição, a decisão de 3º lugar. Em relação à transmissão, a FPF TV, através da parceria com a plataforma de streaming MyCujoo, exibirá os últimos cinco jogos – tabela abaixo.

Campanhas na 1ª fase do Estadual 2020
1º) 15 pontos (5V, 0E e 1D) – Sport (+27; 32 GP e 5 GC)
2º) 15 pontos (5V, 0E e 1D) – Náutico (+17; 21 GP e 4 GC)
3º) 6 pontos (2V, 0E e 4D) – Ferroviário (-10; 10 GP e 20 GC)
4º) 0 ponto (0V, 0E e 6D) – Íbis (-34; 2 GP e 36 GC)

Semifinal (ida e volta)
13/03 (15h, ida) – Íbis x Sport (Gileno de Carli, Cabo)
14/03 (15h, ida) – Ferroviário x Náutico (Antônio Inácio, Caruaru)
17/03 (15h, volta) – Sport x Íbis (Ilha do Retiro, Recife)
17/03 (15h, volta) – Náutico x Ferroviário (Aflitos, Recife)

Final (jogo único)
21/03 (15h)

Os títulos pernambucanos femininos*
8x – Vitória (2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2019)
7x – Sport (1999, 2000, 2007, 2008, 2009, 2017 e 2018)
2x – Náutico (2005 e 2006)
1x – Santa Cruz (2019)
* Não houve disputa entre 2001 e 2004; Santa e Vitória fizeram uma parceria em 2019


Compartilhe!