Compartilhe!

Sport 2 x 1 Guarani na Série B

A comemoração do segundo gol do leão, com Ronaldo, de pênalti. Foto: Rafael Bandeira/Sport.

Com a marcação mais encaixada e aproveitando as oportunidades à frente, o Sport venceu o Guarani por 2 x 1 na reestreia de Claudinei Oliveira. Após a calamitosa atuação em São Luís, ainda sob comando interino, o rubro-negro jogou com um meio-campo mais marcador nesta largada do 3º treinador efetivo – após Dal Pozzo, com 14 jogos, e Lisca, com 4. É verdade que o gol de Denner logo aos 4 minutos, concluindo uma boa trama em velocidade, ajudou bastante na condução, pois o bugre tem um dos piores ataques da Série B, ainda mais inoperante que o do rubro-negro. Agora são 15 gols do leão e 13 do bugre, com as médias em 0,71 e 0,61, respectivamente.

Nesta noite, com 15 mil torcedores na Ilha do Retiro, o volume de jogo do Sport foi superior, mas sem intensidade, com o scout de finalizações acabando em 11 x 7. Foi uma equipe realmente mais controlada, “suficiente”. No 2T, também no comecinho, o volante Ronaldo ampliou, com o Guarani oferecendo pouco risco. O gol de Careca aos 45 minutos acendeu o alerta apenas porque seriam seis minutos de acréscimo, mas sem mudança de atitude.

Com a 7ª vitória no BR, mas apenas a 2ª nas últimas onze rodadas, o time pernambucano iniciou o seu melhor recorte na tabela até o fim do ano. Esta minha visão parte da lista de jogos teoricamente mais acessíveis. No caso, são cinco partidas em casa em sete rodadas. Além do Guarani (pela 21ª rodada), o leão receberá Criciúma (22ª), CSA (24ª), Chapecoense (26ª) e Novorizontino (27ª), saindo da Ilha apenas para pegar Ituano (23ª) e Tombense (25ª).

Sport tem um mês pra saber o “seu” campeonato

Seja para estancar a crise na classificação, uma vez que o Sport começou a rodada em 10º lugar, seja para seguir sonhando com o acesso, tendo como esperança a chegada do veterano atacante Vagner Love, de 38 anos, o caminho do Sport para um quadro positivo passa necessariamente por um ritmo competitivo nos próximos 33 dias, até o último compromisso desta sequência. É um momento definitivo para o seu campeonato, algo que, curiosamente, Claudinei conseguiu em 2016, quando chegou no Avaí na virada do returno. Teve 74% de aproveitamento e subiu. O primeiro passo em 2022, numa disputa já pela metade, foi dado…

Sport em 21 rodadas na Série B de 2022
Mandante – 10 jogos; 6V, 3E e 1D (21 pts e 70.0%)
Visitante – 11 jogos; 1V, 6E e 4D (9 pts e 27.2%)

Escalação do Sport (melhores: Fabinho, Naressi e Giovanni; piores: Thiago Lopes e Vanegas)
Carlos Eduardo; Pedro Naressi (Bruno Matias), Chico, Sabino e Sander; Ronaldo Henrique (William Oliveira), Fabinho, Denner (Giovanni), Thiago Lopes (Everton Felipe) e Luciano Juba; Kayke (Vanegas). Técnico: Claudinei Oliveira

Escalação do Guarani (melhor: Careca; piores: Jamerson e Bruno José)
Maurício Kozlinski; Lucas Ramon (Diogo Mateus), João Victor, Ernando e Jamerson; Rodrigo Andrade (Madison), Leandro Vilela e Isaque (Marcinho); Bruno José (Yago), Júlio César (Maxwell) e Nicolas Careca. Técnico: Mozart

Histórico geral de Sport x Guarani (todos os mandos)
43 jogos
13 vitórias rubro-negras (30,2%)
16 empates (37,2%)
14 vitórias bugrinas (32,5%)

Leia mais sobre o assunto
A tabela de jogos do Sport no Campeonato Brasileiro da Série B de 2022

Abaixo, assista aos 3 gols no Recife, num vídeo do perfil oficial da Série B no Twitter.


Compartilhe!