Compartilhe!

Londrina 2 x 1 Sport na Série B

O leão nunca havia perdido para o tubarão. Até hoje. Foto: Ricardo Chicarelli/Londrina.

Num jogo moroso, o Sport perdeu do Londrina no interior paranaense e praticamente viu o fim do sonho do acesso, que já estava distante após ceder o empate ao Vasco aos 48 minutos do 2º tempo. Desta vez, a sorte até esboçou um sorriso. No intervalo dos quatro jogos envolvendo concorrentes ao G4, na tarde deste sábado, o leão chegou a empatar em pontos com o clube carioca, que fecha o G4 da Segundona.

Pouco antes, quase que simultaneamente, aos 33 minutos, o Vasco sofreu um gol no Rio e o time pernambucano abriu o placar com Vagner Love, escorando o cruzamento de Labandeira. Entretanto, observando o desempenho, o resultado parcial no Estádio do Café parecia algo apenas circunstancial. A atuação não se equiparava ao peso do campeonato, na reta final e ainda com chances. Sem marcar a saída de bola, desatento na defesa e sem velocidade. Apesar do placar favorável, Claudinei Oliveira optou por torcer em vez de corrigir a equipe de fato, com novas peças. Por sinal, o seu pragmatismo para mudar depois dos 15 do 2º tempo é algo além da conta, por vezes nocivo.

Sem surpresa, só mexeu depois que o tubarão empatou. Ainda assim, havia bastante tempo para buscar a vitória. Apesar do gol de empate do Vasco, com Nenê, a rodada continuava favorável, animicamente falando. Contudo, o técnico do Sport olhou pro banco e achou que a solução seria o meia Thiago Lopes, na ponta (!). E é óbvio que não seria. Eu sei, você sabe, mas Claudinei infelizmente não sabe, mesmo trabalhando com o atleta há algum tempo.

Virada e queda na tabela

No fim, num rebote, a partir de uma falta totalmente desnecessária do perdido William Oliveira, Caprini virou o placar, com o 2 x 1 praticamente sepultando a campanha do Sport na Série B. Mesmo sem jogar bem, o Londrina teve 18 x 8 em finalizações. Quanto ao time da Ilha, a duas rodadas do fim, agora são 5 pontos atrás do grupo de acesso, 58 x 53. E já nem é “o” perseguidor, pois caiu de 5º para 7º lugar. Cá pra nós, com tantos erros de planejamento, limitação técnica e falta de qualidade no comando, a pontuação atual beira o inacreditável…

Sport em 36 rodadas na Série B de 2022
Mandante – 18 jogos; 12V, 5E e 1D (41 pts e 75.9%)
Visitante – 18 jogos; 2V, 6E e 10D (12 pts e 22.2%)

Escalação do Londrina (melhor: Gegê)
Matheus Albino; Jefferson, Saimon, Vilar e Felipe Vieira (Eltinho); João Paulo, Mandaca (Danilo Peu) e Gegê; Caprini, Douglas Coutinho (Matheus Lucas) e Mossoró (Madson). Técnico: Adilson Batista

Escalação do Sport (piores: William Oliveira, Eduardo, Sabino e Thiago)
Saulo; Eduardo, Rafael Thyere, Sabino e Sander; Fabinho, Denner (William Oliveira) e Luciano Juba (Giovanni); Labandeira (Thiago Lopes), Vagner Love (Búfalo) e Gustavo Coutinho (Wanderson). Técnico: Claudinei Oliveira

Os sete jogos na história do confronto, todos pela Série B (4V do leão, 1V do tubarão e 2E)
1º) 17/08/2002 – Londrina 0 x 0 Sport (Estádio do Café)
2º) 11/06/2003 – Sport 1 x 1 Londrina (Ilha do Retiro)
3º) 27/04/2004 – Londrina 0 x 2 Sport (Estádio do Café)
4º) 24/05/2019 – Sport 3 x 2 Londrina (Ilha do Retiro)
5º) 24/09/2019 – Londrina 1 x 2 Sport (Estádio do Café)
6º) 07/07/2022 – Sport 2 x 0 Londrina (Ilha do Retiro)
7º) 22/10/2022 – Londrina 2 x 1 Sport (Estádio do Café)

Leia mais sobre o assunto
A tabela de jogos do Sport no Campeonato Brasileiro da Série B de 2022


Compartilhe!