Compartilhe!

Pipico, o autor do primeiro gol coral na partida. Fotos: Rafael Melo/Santa Cruz.

De virada, o Santa Cruz venceu o Salgueiro por 2 x 1 e recuperou a liderança isolada do Campeonato Pernambucano, mantendo o aproveitamento de 100% na competição – 4 vitórias em 4 jogos. Entretanto, a escolha feita pelo técnico Itamar Schulle, em relação à escalação na partida, chamou mais a minha atenção.

Afinal, apenas 48 horas separam os jogos contra Salgueiro (PE) e ABC (NE), ambos no Arruda. Com uma pontuação folgada no torneio local, o tricolor começou muito mal na Copa do Nordeste, com apenas 1 ponto em 9 disputados. A chance de reação ocorre justamente agora, com as duas próximas rodadas em casa. O clube segue com chance de somar seis pontos nesses jogos? Naturalmente. No entanto, o desgaste da equipe principal, diante do carcará, me pareceu desnecessário. Soou mais como um recado, mais um, do treinador em relação à insatisfação com o nível técnico do elenco, sem opção para mudanças.

Talvez Itamar tenha razão nisso, mas uma decisão ainda mais racional, dentro do clube, seria poupar o time para o jogo realmente decisivo nesta semana. William Alves, Paulinho, Didira e Pipico foram algumas das peças com 90 minutos em campo. Pouco tempo de recuperação.

A vitória coral
O time sertanejo abriu o placar com 1 min, após um erro grave de Toty. Anicete aproveitou. A virada começou a ser construída com Pipico, num golaço de fora da área – soma 26 gols em 48 jogos no Santa. No 2T, o lateral Fabiano tentou cruzar e marcou com o desvio da zaga. O mandante segurou o resultado com um a menos desde os 13 do 2º tempo, após o vermelho para Danny Morais.

Escalação do Santa (melhores: 1 Pipico, 2 Maycon Cleiton; piores: 1 Toty, 2 Danny)
Maycon Cleiton; Toty, William Alves, Danny Morais e Fabiano; Denilson (Bileu, intervalo), Paulinho, Didira; Mayco Felix (Augusto Potiguar, 37/2T), Pipico e Patrick (Feliphe Gabriel, 16/2T). Técnico: Itamar Schulle

Escalação do Salgueiro (melhor: Anicete; pior: Bruce)
Cesar Tanaka; Adenilson, Arthur, Ranieri e Daniel Rodrigues; Raimundinho (Caetano, 10/2T), Willian Daltro, Bruce (Tarcísio, intervalo) e Renato Henrique; Willian Anicete (Thomas Anderson, 29/2T) e Muller Fernandes. Técnico: Daniel Neri

Histórico de Santa Cruz x Salgueiro (todos os mandos)
40 jogos
17 vitórias tricolores (42,5%)
11 empates (27,5%)
12 vitórias salgueirenses (30,0%)

A análise do Podcast 45 Minutos (Celso Ishigami e Diego Borges; do minuto 24 ao 55):


Compartilhe!