Compartilhe!

O maior estádio baiano já recebeu o Brasil 14 vezes. A 15ª foi adiada para outro momento.

Após duas mudanças de datas e de adversários, o cancelamento. A Seleção Brasileira não deverá jogar mais na Fonte Nova nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Já classificada, a Canarinha receberia o Chile em Salvador no dia 24 de março, num anúncio feito há quatro meses. Entretanto, a restrição de público nos estádios da cidade, com limite máximo de 1.500 espectadores, levou a CBF a oficializar a mudança, com o jogo sendo transferido para o Maracanã.

Originalmente, o jogo na capital baiana seria contra o Equador, em 12 de novembro de 2020, de acordo com o cronograma oficial divulgado pela CBF em janeiro daquele ano. Com a pandemia da Covid-19, todas as partidas foram adiadas, com ajustes de locais e adversários – ocorreu o mesmo na Arena Pernambuco, passando de Bolívia para Argentina e depois de Argentina para o Peru, com o jogo ocorrendo portões fechados pela 1ª vez em PE.

Como hoje alguns estados já vêm flexibilizando a entrada do público, a Fonte Nova perdeu espaço, com o seguinte trecho no site da confederação: “devido as restrições de público vigentes na Bahia, a CBF optou por alterar o local do jogo”. O decreto sanitário atual do governador Rui Costa vai até 4 de março, mas sem garantia de aumento em eventos.

Pela tabela do qualificatório da Conmebol, este jogo contra os chilenos é o último do Brasil como mandante. Ainda assim, a primeira frase do texto no blog traz “não deverá jogar” em vez de “não jogará” mais na Fonte Nova. Isso ocorre pela chance ínfima de uma partida pendente, Brasil x Argentina. O superclássico foi suspenso em 5 de setembro por intervenção da Anvisa, mas a Fifa decidiu agora que o jogo precisará ser disputado. E o mando segue com a CBF.

Porém, segundo o UOL, já há negociação para que BRA x ARG ocorra no exterior, já que ambos os países já estão garantidos no Mundial. Para que a Fonte Nova mantenha a sua vez, então, a carga de público precisaria ser bem maior até lá, algo difícil no momento devido aos cuidados para conter a variante Ômicron. O último jogo da Seleção em Salvador foi em 18 de junho de 2019, com 42.587 pessoas na arena num empate sem gols com a Venezuela, pela Copa América. Considerando o histórico da seleção principal, o Brasil já jogou 21 vezes na Bahia, somando Fonte Nova (14 vezes), Campo da Graça (6 vezes) e Pituaçu (1 vez).

Os nove mandos da Seleção Brasileira nas Eliminatórias de 2022
09/10/2020 – Brasil 5 x 0 Bolívia (Neo Química Arena; São Paulo)*
13/11/2020 – Brasil 1 x 0 Venezuela (Morumbi; São Paulo)*
04/06/2021 – Brasil 2 x 0 Equador (Beira-Rio; Porto Alegre)*
09/09/2021 – Brasil 3 x 0 Peru (Arena Pernambuco; São Lourenço)*
14/10/2021 – Brasil 4 x 1 Uruguai (Arena da Amazônia; Manaus)
11/11/2021 – Brasil 1 x 0 Colômbia (Neo Química Arena; São Paulo)
01/02/2022 – Brasil 4 x 0 Paraguai (Mineirão; Belo Horizonte)
24/03/2022 – Brasil x Chile (Maracanã; Rio de Janeiro), a disputar
Sem data – Brasil x Argentina, a disputar (previsto para março; local indefinido)
* Jogos de portões fechados

Histórico da Seleção Brasileira no Nordeste (torneios e amistosos)
65 jogos (21 na Bahia)
48 vitórias (15 na BA)
14 empates (6 na BA)
3 derrotas (0 na BA)
81,0% de aproveitamento (80,9% na BA)

Leia mais sobre o assunto
O histórico completo da Seleção no Nordeste, com os times principal, olímpico e feminino


Compartilhe!