Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Jeremias (ex-Santa) quase virou. Pipico fez 1 e teve outra chance. Foto: Lucas Santana/Jacuipense.

Aos 48 minutos do 2º tempo, William Alves escorou de cabeça na pequena área e o goleiro Jean salvou, evitando o segundo gol do Santa Cruz. Aos 49, num lance cara a cara, Jeremias parou em Jordan, desperdiçando o segundo gol do Jacuipense. O jogo no Barradão ainda teve mais um minuto de acréscimo e foi suficiente para os dois times conseguiram chegar novamente na barra, errando o último passe.

A insanidade na reta final mostra a tensão da partida envolvendo os últimos dois colocados do Grupo A da Série C, pressionados além da conta pela surpreendente vitória do Floresta sobre o então líder Botafogo, em João Pessoa, na abertura da 13ª rodada. Com a fase classificatória já entrando na reta final, só a vitória interessava a ambos os lados. Cada um com os seus problemas nesta segunda-feira.

O time baiano perdeu o técnico Luizinho Lopes horas antes, num acerto dele com o Confiança, da Série B. Já o tricolor simplesmente não consegue ter a força máxima à disposição, com Roberto Fernandes promovendo mais mudanças. Com o empate em 1 x 1, com 14 x 11 em finalizações a favor do visitante, o Jacuipense chegou a 11 pontos, ficando a 3 do Altos, que agora é o primeiro fora da zona de rebaixamento, enquanto o Santa soma apenas 8 pontos.

Para não precisar dos critérios de desempate (nº de vitórias e saldo), o clube pernambucano precisa tirar uma diferença de 7 pontos. Entretanto, restam apenas 15 pontos em disputa, explicando o semblante abatido do time após o apito final, apesar da luta intensa.

Curiosidade dos artilheiros
Com o gol de cabeça ainda no 1T, abrindo o placar em Salvador, Pipico chegou a 42 gols em 101 jogos pelo Santa, ultrapassando Dênis Marques. No século XXI, só está atrás de Grafite, com 50 gols em 123 jogos, e Marcelo Ramos, com 44 gols em 50 jogos. Em tempo: Pipico sofreu um pênalti aos 35/2T, não marcado pelo árbitro. As chances perdidas depois, porém, frustraram mais…

Santa Cruz em 13 rodadas na Série C de 2021
Mandante (6 jogos, 3 pts e 16.6%): 0V, 3E e 3D
Visitante (7 jogos, 5 pts e 23.8%): 1V, 2E e 4D

Escalação do Jacuipense (melhores: Jean e Thiaguinho)
Jean, Gedeilson, Tiago Alves, Railon e Vicente (Djavan); Peixoto; Dionísio e Janeudo (Jeremias); Bruninho, Thiaguinho e Bambam (Geovane Itinga). Técnico: Fábio Frubal (interino)

Escalação do Santa Cruz (melhores: Pipico, Jailson e Jordan)
Jordan, Weriton, Wiliam Alves, Breno Calixto e Leonan; Maycon Lucas, Tarcísio (Léo Gaúcho) e Jailson; Frank (Madson), Levi (Elias) e Pipico. Técnico: Roberto Fernandes

Os quatro confrontos na história, todos na Série C (1V do leão e 3E)
1º) 28/09/2020 – Santa Cruz 3 x 3 Jacuipense (Arruda)
2º) 30/11/2020 – Jacuipense 1 x 0 Santa Cruz (Pituaçu)
3º) 21/06/2021 – Santa Cruz 2 x 2 Jacuipense (Arruda)
4º) 22/08/2021 – Jacuipense 1 x 1 Santa Cruz (Barradão)

A análise do Podcast 45 Minutos sobre a partida (do tempo 0h13 até 1h14):


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •