Compartilhe!

Ricardo Fernandes/Spia Photo

Apesar do clima de Copa do Mundo, já com 14 jogos em 5 dias, a Série C segue no calendário. Mais do que isso, a competição reservava um clássico pernambucano numa noite de segunda-feira – mobilização às avessas. O Arruda com 6.505 espectadores foi uma resposta clara, embora o jogo valesse bastante para os rivais. Não por acaso, a disputa foi pilhada desde o início, com o G4 e o Z2 no mesmo radar. Que o diga o Náutico, que arrancou uma baita vitória.

Foi o primeiro jogo do campeão pernambucano contra o ex-treinador, Roberto Fernandes – chamou a atenção, antes da partida, o fato de não ter tido cumprimento entre os jogadores alvirrubros e o técnico. Agora comandado por Márcio Goiano, o time apostava bastante na partida, a segunda de uma sequência de quatro no Recife. A primeira tarefa era impedir o volume de jogo do Santa nos primeiros minutos, travando o jogo e baixando a rotação, até começar a encaixar os contragolpes. Entretanto, a tarefa ficou indigesta aos 22 minutos, quando Ortigoza foi expulso. Entendo que o paraguaio sofreu a falta, mas a reclamação áspera resultou num amarelo e num vermelho direto – como estava pendurado, desfalcará o time por duas rodadas.

Com isso, a compactação timbu seria ainda mais desgastante. Mas colaborou o fato de o tricolor ter feito uma partida muito ruim, de pouca criatividade e quase sem infiltrações durante os 77 minutos com um a mais (incluindo descontos) – Fabinho até arriscou chutes cruzados, mas Leandro Costa não finalizou com perigo e Robinho esteve apagado. No intervalo, o Náutico fez uma alteração: saiu Dudu, entrou Wallace Pernambucano. Na rodada anterior ele também entrara no decorrer, sendo decisivo contra o Remo. Deu certo de novo.

Aos 26, num cruzamento da direita, o goleiro Machowski cortou mal, com a bola sobrando para o meia-atacante, que mandou para as redes. Uma vantagem surpreendente àquela altura – na verdade, o empate sem gols era a cara do jogo. O Santa acusou o golpe, com a torcida pressionando, enquanto o timbu se fechou de vez e contou com ótimas intervenções de Bruno, até os descontos. Com o 0 x 1 assegurado, o time chegou a 4 vitórias nos últimos 6 jogos. Saiu da lanterna e hoje está a um ponto do G4, do próprio Santa. 14 x 13…

A invencibilidade timbu diante do tricolor (6 jogos; 2V e 4E)
18/05/2017 – Santa Cruz 1 x 1 Náutico (Arruda), Estadual)
15/07/2017 – Náutico 0 x 0 Santa Cruz (Arena PE), Série B
04/11/2017 – Santa Cruz 2 x 3 Náutico (Arruda), Série B
17/02/2018 – Santa Cruz 0 x 0 Náutico (Arruda), Estadual
15/04/2018 – Náutico 1 x 1 Santa Cruz (Arena PE), Série C
18/06/2018 – Santa Cruz 0 x 1 Náutico (Arruda), Série C

Histórico geral de Santa Cruz x Náutico (todos os mandos)
522 jogos
201 vitórias do Santa Cruz (38,5%)
152 empates (29,1%)
168 vitórias do Náutico (32,1%)
1 placar desconhecido

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, João de Andrade e Rafael Brasileiro):

Ricardo Fernandes/Spia Photo


Compartilhe!