Compartilhe!

Ao todo, o tricolor apresentou três modelos da máscara de proteção, recomendada pela OMS.

A contenção do vírus é a grande missão da sociedade em todo o mundo, com a falta de Equipamento de Proteção Individual (EPI) sendo um problema até em hospitais. A limpeza das mãos e a proteção do rosto estão entre as principais tarefas nesta época de quarentena. Além do engajamento sobre essas ações básicas, o Santa Cruz resolveu lançar máscaras de proteção estilizadas, dando sequência à boa ideia aplicada por Grêmio, Ceará (abaixo), com receita social.

No tricolor pernambucano, a arrecadação será destinada ao pagamento dos funcionários do clube, mas também há o viés social, com a doação de uma máscara a comunidades no entorno do Arruda a cada kit vendido. Em relação aos modelos, o Santa lançou um kit com três versões (tricolor, preto e branco), ao custo de R$ 23,90. As máscaras são laváveis e reutilizáveis, com algodão na parte interna e poliéster sublimado na parte externa, com a mensagem “Juntos somos mais fortes”. O produto está disponível na Loja Cobra Coral.

Coronavírus no Brasil
De acordo com o Ministério da Saúde, já são 33.682 contaminados no país, com 2.141 mortos contabilizados por causa do Covid 19. Só em Pernambuco são 2.006 infectados e 186 óbitos. Como diz a nota do Santa, “não deixe de seguir as recomendações dos órgãos de saúde e se previna”.

As 3 máscaras do Santa Cruz

A máscara do Grêmio

As 4 máscaras do Ceará

A máscara do Internacional (divulgada após a versão do Santa)


Compartilhe!