Compartilhe!
  • 6
  •  
  •  
  •  

Ricardo Fernandes/Spia Photo

Bruno; Thiago Ennes, Camutanga, Camacho e Tiago Costa; Jhonnatan, Dudu e Luiz Henrique; Robinho e Lelê; Ortigoza. Eis a primeira formação titular de Márcio Goiano no comando técnico do Náutico. As três substituições feitas na estreia ocorreram no 2T, acionando Negretti (Luiz Henrique, 18 min), Júnior Timbó (Lelê, 25 min) e Wallace Pernambucano (Ortigoza, 34 min). Numa partida amarrada, este time venceu o Globo por 2 x 0, numa arena deserta, e deixou a última posição do grupo A da Série C para o próprio adversário potiguar.

O primeiro trabalho do treinador era ajustar a marcação, com um sistema defensivo frágil até então – foram 12 gols sofridos nas seis rodadas anteriores. Nesta apresentação, embora a barra tenha passado intacta, a execução ocorreu sob ressalvas, com o inoperante Globo conseguindo chegar – via bola aérea – nos minutos finais de uma partida sem sustos. Ao menos, a segunda etapa do trabalho do novo treinador funcionou bem, com o contragolpe de uma dessas tentativas definindo o jogo nos descontos, com Jhonnatan escorando o passe preciso de Wallace – Ortigoza havia aberto o placar no 1T, desviando um bate-rebate.

Sobre a partida em São Lourenço, a presença já difícil da torcida alvirrubra lá foi agravada pela crise dos combustíveis no país. Afinal, o estádio fica a 19 quilômetros do marco zero do Recife. Num cenário tão delicado, o futebol deveria ficar em segundo plano. Se a CBF não entendeu isso, o público deu a resposta, com 1,3 mil pessoas, na 6ª pior assistência do timbu no local…

Curiosidade: num duelo inédito, o time potiguar foi o 367º adversário diferente a enfrentar Náutico desde 1909. Em 2018, aliás, já são 5 novos rivais: Afogados, Cordino, Cuiabá, Juazeirense e Globo.

Os 10 menores públicos do Náutico como mandante na Arena Pernambuco
1º) 354 pessoas – Náutico 2 x 0 América-RN (13/05/2014)
2º) 929 pessoas – Náutico 3 x 2 América-PE (19/01/2018)
3º) 1.009 pessoas – Náutico 4 x 0 Salgueiro (06/02/2018)
4º) 1.140 pessoas – Náutico 1 x 0 Flamengo-PE (26/02/2018)
5º) 1.120 pessoas – Náutico 1 x 2 Londrina (11/11/2017)
6º) 1.305 pessoas – Náutico 2 x 0 Globo-RN (27/05/2018)
7º) 1.347 pessoas – Náutico 1 x 0 Ponte Preta (18/04/2018)
8º) 1.369 pessoas – Náutico 0 x 2 Salgueiro (08/02/2017)
9º) 1.370 pessoas – Náutico 5 x 0 Central (05/04/2017), rodada dupla
10º) 1.438 pessoas – Náutico 2 x 1 Afogados (20/02/2018)

Náutico como mandante na Arena Pernambuco
146 jogos
75 vitórias (51,3%)
30 empates (20,5%)
41 derrotas (28,0%)
58,2% de aproveitamento

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, João de Andrade Neto e Rafael Brasileiro):

Ricardo Fernandes/Spia Photo


Compartilhe!
  • 6
  •  
  •  
  •