Compartilhe!

Bahia/twitter (@ecbahia)

A festa do Bahia após o 48º título estaduais, abrindo 19 taças de vantagem sobre o Vitória.

Numa Fonte Nova tomada por 41 mil torcedores, num curioso duelo Bahia x Bahia, com Salvador x Feira de Santana, o árbitro de vídeo acabou sendo um elemento importante para a decisão do campeonato. Com o auxílio do VAR, o árbitro paulista Luiz Flávio de Oliveira assinalou duas penalidades no segundo tempo, uma a favor de cada time. Justiça via tecnologia.

Primeiro a favor do mandante, com o centroavante Gilberto convertendo e abrindo o placar. Depois a favor do visitante, com o goleiro Anderson espalmando a cobrança de Vitinho – assista aos lances nos vídeos abaixo. Sem mais, o tricolor da capital, do recém-chegado técnico Roger, definiu o 1 x 0 e faturou um título que chegou a ficar muito ameaçado ainda na primeira fase. Mas avançou, com o rival farrapando, e depois mandou no mata-mata, amenizando, um pouco, os insucessos do início da temporada. E taça é taça… Portanto, parabéns aos tricolores!

Campanha do Bahia
13 jogos, com 7V, 4E e 2D
26 gols marcados e 7 sofridos

Os 48 títulos baianos do Bahia
1931, 1933-1934 (bi), 1936, 1938, 1940, 1944-1945 (bi), 1947-1950 (tetra), 1952, 1954, 1956, 1958-1962 (penta), 1967, 1970-1971 (bi), 1973-1979 (hepta), 1981-1984 (tetra), 1986-1988 (tri), 1991, 1993-1994 (bi), 1998-1999 (bi), 2001, 2012, 2014-2015 (bi) e 2018-2019 (bi)

A seguir, os vídeos dos dois lances mais importantes da decisão… Deu Bahia, claro.

O gol do título do Bahia (Gilberto converte pênalti aos 8/2T)

A defesa do título (Anderson pega pênalti aos 23/2T)

A análise do Podcast 45 Minutos (do minuto 28 ao 51):


Compartilhe!