Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

A capa do Brasileirão de 2021, centralizada, e outras capas na história. Colecionou quantas?

O Campeonato Brasileiro de 2021 é a 6ª edição seguida com um álbum oficial de figurinhas. No caso, seguindo o contrato entre a CBF e a Panini. Sem chancela, a editora já publicava o álbum desde 1996, quando assumiu o papel da Abril, que lançou o álbum de 1987, apenas com o módulo verde da competição, até 1995. Ao todo são 35 edições ininterruptas, com 26 da Panini e 9 da Abril.

O novo “produto oficial licenciado” repete o modelo visto na última década inteira, com os 40 clubes presentes nas Séries A e B. Em 2021, assim como na temporada passada, são 10 times nordestinos, sendo 4 representantes na primeira divisão e 6 na segunda divisão. A nova capa, celebrando também os 60 anos da editora, traz Gabigol, do Flamengo, tendo ainda destaques de Atlético-MG (Hulk), São Paulo (Miranda), Inter (Taison), Chapecoense e América-MG.

O álbum foi apresentado em 17 de agosto, com a Série A já na 16ª rodada e a Série B iniciando a 19ª – um problema recorrente, na minha visão. Ao todo, o livro ilustrado conta com 540 cromos. Segundo o site da editora, os preços sugeridos são os seguintes: R$ 3,00 por envelope de 5 cromos, R$ 10,00 pelo álbum de capa cartão e R$ 34,90 pelo álbum de capa dura. No blog, foco no design das capas. Abaixo, as últimas três versões: 2021 (à esquerda), 2020 (centro) e 2019 (à direita). Qual foi a melhor? Dessas três, achei a de 2020.

A seguir, todos os clubes presentes no livro ilustrado oficial desta temporada.

Série A
América (MG), Athletico (PR), Atlético (GO), Atlético (MG), Bahia (BA), Bragantino (SP), Ceará (CE), Chapecoense (SC), Corinthians (SP), Cuiabá (MT), Flamengo (RJ), Fluminense (RJ), Fortaleza (CE), Grêmio (RS), Inter (RS), Juventude (RS), Palmeiras (SP), Santos (SP), São Paulo (SP) e Sport (PE).

Série B
Avaí (SC), Botafogo (RJ), Brasil (RS), Brusque (SC), Confiança (SE), Coritiba (PR), CRB (AL), Cruzeiro (MG), CSA (AL), Goiás (GO), Guarani (SP), Londrina (PR), Náutico (PE), Operário (PR), Ponte Preta (SP), Remo (PA), Sampaio Corrêa (MA), Vasco (RJ), Vila Nova (GO) e Vitória (BA).

Abaixo, relembre as outras 32 capas dos álbuns do Brasileiro, por ordem decrescente. Para visualizar melhor, caso esteja num celular, basta “esticar” a tela para ampliar as imagens.

Haja nostalgia. No meu caso, lá na década de 1990. E você, já colecionou alguma vez?

2018-2011

2010-2003

2002-1995

1994-1987


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •