Compartilhe!
  • 15
  •  
  •  
  •  

O Fla-Flu é tido como o clássico mais tradicional do futebol brasileiro, criado, segundo o cronista recifense Nelson Rodrigues, ’40 minutos antes do nada’.

Centenário, o jogo já aconteceu mais de 400 vezes. Embora o Rio de Janeiro, tendo o estádio do Maracanã como epicentro, esteja bem distante de Pernambuco, o confronto entre Flamengo e Fluminense já aconteceu algumas vezes no estado. De formas bem variadas, entre genéricas e originais.

A seguir, cinco edições inusitadas do Fla-Flu em gramados pernambucanos. De jeito ou de outro.

O Fla-Flu no Campeonato Pernambucano
28/06/1931 – Flamengo do Recife 5 x 2 Fluminense do Recife, Aflitos
26/06/1932 – Flamengo do Recife 3 x 2 Fluminense do Recife, Avenida Malaquias
16/10/1932 – Flamengo do Recife 7 x 0 Fluminense do Recife, América Parque

Além de membro fundador da ‘liga sportiva pernambucana’, atual FPF, o Flamengo do Recife também foi o primeiro campeão estadual. Venceu a edição de 1915, feito jamais repetido. Porém, no início dos anos 30 o time ainda alcançou resultados interessantes, ficando em 3º lugar em 1931 e 1932. Nos dois anos, enfrentou o Fluminense do Recife, do bairro da Capunga, que participou apenas três vezes do Estadual (31, 32 e 33). Foram três vitórias do alvinegro da Boa Vista – sim, o Fla da capital não era rubro-negro. Ambos os clubes tiveram os seus nomes inspirados nos clubes do Rio. Abaixo, o registro do Diario de Pernambuco sobre o primeiro ‘clássico’.

 

O primeiro Fla-Flu carioca no Nordeste
13/07/1947 – Flamengo do Rio 1 x 1 Fluminense do Rio, Ilha do Retiro

Por volta do anos 40, nas ondas da Rádio Nacional, o clássico entre Flamengo e Fluminense já era tido como o maior jogo de futebol do país. Daí, imagine então a repercussão sobre a disputa de um amistoso na Ilha do Retiro, em 1947, época em que o Sport lutava para transformar o seu estádio em palco da Copa do Mundo de 1950 – eventualmente, conseguiu, tendo o clássico como capitulo importante. Aquele Fla-Flu (foto) foi o primeiro realizado no Nordeste. No tricolor, Ademir Menezes. No rubro-negro, Jair Rosa Pinto. Ambos da Seleção. No Recife, o empate proporcionou uma renda de Cr$ 4.252.600, a maior da época, com público estimado em 25 mil espectadores, também recorde. Na excursão, os dois times ainda fizeram amistosos com Sport e Santa Cruz.

O Fla-Flu do interior no Campeonato Brasileiro
20/05/2018 – Flamengo de Arcoverde x Fluminense de Feira, Áureo Bradley

Em 2018, pela Série D, o Fluminense aplicou duas goleadas no Flamengo, 5 x 0 e 4 x 0. Futebol alternativo na veia. No caso, foram duas vitórias da versão genérica de Feira de Santana, no interior baiano, sobre a versão genérica de Arcoverde, no interior pernambucano. A segunda partida (foto) sacramentou a classificação do Flu e a eliminação do Fla na primeira fase da 4ª divisão nacional. Enquanto o tricolor, fundado em 1941 por torcedores do homônimo carioca, tem dois títulos estaduais da 1ª divisão (1963 e 1969), o rubro-negro, o nome dado por torcedores do homônimo carioca, tem dois títulos estaduais da 2ª divisão (1996 e 2016).


Compartilhe!
  • 15
  •  
  •  
  •