Compartilhe!

Fortaleza nas quartas de final da Copa do Brasil

Os dois gols de Yago Pikachu na ida bastaram para o leão. Imagem: Fortaleza/Twitter.

A boa vantagem construída no primeiro jogo foi determinante para mais uma classificação do Fortaleza às quartas de final da Copa do Brasil. Pelo 2º ano seguido, o tricolor alencarino figura entre os oito melhores da competição – na anterior, só parou na semi. Também pela 2ª vez, a campanha atravessa o duelo contra o arquirrival. Em 2021, a classificação veio na 3ª fase, ganhando uma cota de R$ 1,7 milhão. Em 2022 foi na 4ª fase, valendo pelas oitavas. Esta vaga rendeu R$ 3,9 milhões, a maior premiação em dinheiro num Clássico-Rei até hoje.

Nesta edição, o campeão nordestino largou já na 3ª fase devido à benesse pela participação (inédita) na Libertadores – ao todo, doze clubes tiveram direito à pré-classificação no torneio nacional. Via sorteio, o Fortaleza chega à reta final da Copa do Brasil tendo apenas com duelos regionais. Na estreia, venceu o Vitória lá e lô. Agora, apesar da crise vivida na Série A, onde ainda tenta reagir no Z4, o clube fez 2 x 0 no primeiro jogo e começou muito bem na volta, mas desperdiçou várias chances. No segundo tempo, levou um gol de Vina e precisou resistir até o último instante, literalmente, com uma bola no travessão aos 53 minutos.

Uma derrota no limite, mas com o alívio seguido de uma enorme festa no ladro tricolor do Castelão. Em 34 anos de história da Copa do Brasil, esta é a 25ª participação do Fortaleza, que agora soma 33 classificações e 24 eliminações em 57 confrontos disputados. Isso dá um bom aproveitamento de 57,8%. Na sequência, o tetracampeão cearense aguarda a definição dos oito clubes restantes, na quinta-feira. Com isso, haverá um sorteio na sede da CBF em 19 de julho, num formato com pote único, com a composição do chaveamento até a decisão.

Na próxima fase, o time de Vojvoda disputará uma cota de R$ 8 milhões, almejando uma nova presença no “G4”. Este é o 5º ano consecutivo com um time do Nordeste presente nas quartas de final, com o futebol cearense representando a região nas últimas três vezes!

A seguir, confira curiosidades e dados sobre a campanha do tricolor e o ranking da região.

Campanha do Fortaleza na Copa do Brasil de 2021 (4 jogos; 3V, 0E e 1D)*
3ª fase (16 avos) – vs Vitória-BA (3 x 0 e 1 x 0), R$ 1,9 mi
4ª fase (oitavas) – vs Ceará-CE (2 x 0 e 0 x 1), R$ 3,0 mi
5ª fase (quartas) – a definir, R$ 3,9 mi
Total acumulado em cotas: R$ 8,8 milhões
* O leão pulou as duas primeira fases devido à presença na Libertadores

12 clubes do NE já foram às quartas

A seguir, os rankings de classificações nordestinas às quartas de final da Copa do Brasil de 1989 a 2022, por clube e por estado. Neste ano, só o Leão do Pici passou entre os três nordestinos nas oitavas. Portanto, agora são 39 presenças do NE entre os oito melhores do torneio, ou 14,3% das 272 vagas em 34 anos de história. O Fortaleza contribuiu em 2001, 2021 e 2022. Dos nove estados da região, só Maranhão, Piauí e Sergipe não tiveram representados nesta fase. Entre parênteses, o número de classificações à semifinal de cada um, com 11 presenças até 2021. Vem a 12ª?

Nº de presenças do NE nas quartas da Copa do Brasil, por clube (1989-2022)
1º) 10 vezes – Vitória (2x)
2º) 7 vezes – Bahia (0x)
3º) 6 vezes – Ceará (3x)
4º) 5 vezes – Sport (4x)
5º) 3 vezes – Fortaleza (1x)
6º) 2 vezes – Náutico (1x)
7º) 1 vez – ABC (0x), América-RN (0x), Baraúnas (0x), Corinthians-AL (0x), CSA (0x) e Treze (0x)

Nº de presenças do NE nas quartas da Copa do Brasil, por estado (1989-2022)
1º) 17 vezes – Bahia (2x)
2º) 9 vezes – Ceará (4x)
3º) 7 vezes – Pernambuco (5x)
4º) 3 vezes – Rio Grande do Norte (0x)
5º) 2 vezes – Alagoas (0x)
6º) 1 vez – Paraíba (0x)

Leia mais sobre o assunto
O ranking de pontos do NE na Copa do Brasil, com 91 clubes de 1989 a 2021


Compartilhe!