Compartilhe!

Seja pela emoção, pelo embalo de uma conquista ou pelo humor, as campanhas de sócios vêm ganhando peso dentro das administrações dos clubes do Nordeste.

Considerando os sete maiores no futebol da região, as mensalidades de 2017 geraram R$ 40,46 milhões em receitas, fora ingressos e produtos licenciados comprados com descontos pelos associados. Em maio de 2018, o G7 ultrapassou a barreira de 100 mil associados titulares adimplentes. Tomando como base uma média de R$ 40 por plano, este quadro (105.210) poderá gerar R$ 50 mi nesta temporada, ou 4,2 milhões de reais por mês – mas com disparidade na arrecadação, já a partir do cenário recifense, como indica o ranking abaixo.

Como não poderia deixar de ser, as redes sociais funcionam como força motriz neste processo, com a ativação de vídeos de convocação, descontos, feirões de adesão etc. Abaixo, alguns deles, nos mais variados formatos. Tem a hilária participação do volante Derley no Fortaleza, a resenha de Jotinha no Bahia, o acesso do Vozão, a marca atingida pelo Vitória, a apresentação do Santa sobre o Tricolor de Coração, a campanha Ilha Lotada do Sport e a volta alvirrubra aos Aflitos.

Links para os planos oficiais : Bahia, Ceará, Fortaleza, Náutico, Santa Cruz, Sport e Vitória.

Total de sócios titulares adimplentes (entre parênteses, a última atualização)
32.000 – Sport (17/05)
19.086 – Fortaleza (17/05)
18.912 – Ceará (14/05)
16.000 – Bahia (15/05)
10.000 – Vitória (03/04)
4.730 – Santa Cruz (30/04)
4.482 – Náutico (17/05)

Receita com mensalidades em 2017 (entre parênteses, o percentual sobre a receita total)*
R$ 12,91 milhões – Sport (11,8%)
R$ 6,52 milhões – Bahia (6,2%)
R$ 5,77 milhões – Fortaleza (24,2%)
R$ 5,55 milhões – Vitória (6,3%)
R$ 4,22 milhões – Náutico (21,2%)
R$ 3,48 milhões – Santa Cruz (21,9%)
R$ 2,01 milhões – Ceará (6,3%)
* Dados obtidos através dos respectivos balanços financeiros

Bahia (05/05)

Ceará (23/01)

Fortaleza (17/05)

Náutico (22/02)

Santa Cruz (17/01)

Sport (29/04)

Vitória (03/04)


Compartilhe!