Compartilhe!

O ponto de partida do futebol pernambucano separado por mais de 100 anos entre as imagens…

O cartão postal amarelado, datado de 1904, traz lembranças remotas do surgimento do futebol no Recife. Na frente do imponente Mercado do Derby, com os seus 129 metros de comprimento, a história do esporte na capital pernambucana tomaria um rumo definitivo. Lá, um ano depois deste raríssimo registro, aconteceu o primeiro jogo de futebol no estado, com o amistoso entre Sport e English Eleven, o “Onze Inglês”, formado por trabalhadores britânicos na cidade.

Aquela partida foi, consequentemente, a 1ª da história do rubro-negro. O prédio ao fundo o pioneiro duelo, presente em inúmeros cartões postais na época, já foi ocupado de diversas formas ao longo dos anos, pontuados por incontáveis reformas e até um incêndio criminoso.

No século XIX havia no lugar um parque de competições hípicas. Acabou comprado pelo empresário Delmiro Gouveia, que construiu uma galeria, inaugurando assim o Mercado do Derby, em 1899. Se vendia de tudo por lá. Carne, verduras, artigos importados, jornais e até gelo. Subúrbio até ali, o terreno foi um divisor na expansão do Recife. Em 1924, já com nova fachada, a edificação tornou-se a sede da Força Pública, o atual Comando da Polícia Militar.

Sobre a estreia do futebol, vale um trecho escrito pelo historiador Carlos Celso Cordeiro.

“No final de 1903, pela persistência de Guilherme de Aquino Fonseca, um pernambucano que estudara na Inglaterra, começou a ser implantado o futebol em Pernambuco. É de se supor que ele não encontrou interesse nos clubes esportivos que existiam na época: Internacional e Náutico. O passo seguinte foi procurar os funcionários ingleses dos bancos, do comércio, da Western Telegraph Company e da Great Western para disseminar o esporte no Recife.”

“A realização das primeiras práticas de futebol, no ano de 1904, animou Guilherme a planejar a fundação de um clube de futebol. Este plano foi concretizado no dia 13 de maio de 1905 com a fundação do Sport Club do Recife. No início, a prática era restrita a sócios do Sport, a funcionários de companhias inglesas e a times organizados por ingleses.”

“Além do Football Association, o Rugby e o Cricket eram praticados por estes desportistas, mas não se consolidaram nos costumes locais. O primeiro jogo de futebol no estado foi disputado no dia 22 de junho de 1905, no Campo do Derby, e envolveu o Sport e um time de ingleses radicados na capital. Terminou em 2 x 2. Não foram localizadas informações sobre os goleadores do jogo.”

Uma década depois deste amistoso, no mesmo Campo do Derby, aconteceu o primeiro jogo da história do Campeonato Pernambucano. O torneio de 1915, inteiramente realizado no local, foi aberto em 1º de agosto com a vitória do Santa Cruz sobre o Colligação por 1 x 0, gol de Mário Rodrigues. Foi a estreia oficial do Santa com o uniforme coral – antes, a camisa era alvinegra. Embora ainda exista, hoje até com uma pequena arquibancada, o Campo do Derby acabou perdendo espaço no desenvolvimento do futebol pernambucano após a inauguração do Campo da Liga, em 1917 – atualmente, neste lugar, existe o estádio dos Aflitos.

Em relação à lembrança do pioneirismo no Derby, tanto em amistosos quanto em torneios, foi erguido um monumento em 27 de abril de 1997. Tem 2,5 metros, com uma bola estilizada em bronze e duas placas, contendo as escalações das primeiras equipes. Até aquele instante do cartão postal (abaixo) não havia futebol, torcida ou rivalidade. Era só um mercado mesmo…

Abaixo, imagens do prédio em 1904 e em 2014. Sem e com o campo de futebol à frente.


Compartilhe!