Compartilhe!

 Retrô 1 x 2 Santa Cruz na Série D

Hugo Cabral soma 7 gols e 1 assistência em 9 jogos no BR. Foto: Evelyn Fotografias/Santa Cruz.

Vivendo uma função de bastidores no Santa Cruz, como coordenador, Zé Teodoro tem um mantra marcante em sua passagem como treinador coral em 2011/2012, quando foi bicampeão estadual. Na fase classificatória, ele dizia constantemente que o “time vai crescer na hora certa”, numa referência aos mata-matas e aos clássicos. Como não lembrar disso agora? No confronto de maior disparidade na 2ª fase da Série D, reunindo a melhor e a pior campanha entre os 32 classificados.

O Retrô tinha 14 pontos a mais que os corais, com 33 x 19, além de 22 gols de diferença no saldo em relação ao adversário. O clube-empresa de Camaragibe também tinha o artilheiro do campeonato, Mascote, com 10 gols, e um ambiente de trabalho muito melhor, sem troca de comando, dispensas ou salários atrasados. No futebol, no entanto, por vezes isso não é o suficiente. Por vezes, e não são poucas vezes, as vozes da arquibancada nivelam o jogo.

E na Arena Pernambuco a torcida tricolor tomou conta. Numa disputa que começou antes, na polêmica para baixar o ingresso de R$ 300 para R$ 80, ainda caro, os corais esgotaram a carga e pegaram até outros ingressos à disposição, sendo dominantes entre os 7.263 torcedores presentes. Na presença, no gogó e na alegria. Após o empate sem gols no Arruda, o Santa fez 2 x 1 na volta, com dois gols da mais pura presença de área de Hugo Cabral. Essa contratação, aliás, já se pagou há tempos, independentemente da forma que acabe a campanha do Santa. O atacante de 33 anos foi anunciado com um jejum pessoal de 3 temporadas sem marcar um gol oficial! Pois agora já está a 3 de Mascote, que não pode mais ampliar o seu sarrafo no BR.

1T aberto e 2T copeiro

Pelo 2º ano seguido, o Retrô cai na 2ª fase, na abertura do mata-mata. Em 2021, diante do ABC. Em 2022, diante do Santa e de sua torcida, uma simbiose vista no passado, no último acesso na Série D, em 2011. Sim, com Zé Teodoro, que garantiu que o time cresceria na hora certa. Seja pela mística, pelo tempo de trabalho com Martelotte ou pelo peso do jogo, de fato o Santa Cruz fez a sua partida mais organizada neste campeonato. O scout de finalizações dilatado a favor da fênix, de 12 x 4, esconde um cenário mais cruel para o eliminado. Além do gol de Radsley, Jefferson só fez uma defesa difícil, apesar das boas jogadas no 1T. No 2T, como preza um jogo eliminatório, ainda mais na 4ª divisão, a experiência fez diferença.

A sequência no mata-mata da 4ª divisão

Último classificado à 3ª fase, que corresponde às oitavas, o Santa enfrentará o Tocantinópolis nos dois próximos fins de semana, com a ida no Arruda e volta lá – no Estádio Ribeirão, o alviverde eliminou o Náutico na Copa do Brasil de 2022. Lembrando que o acesso estará em jogo só na 4ª fase. Nas quartas, os confrontos serão definidos pelas campanhas acumuladas dos oito restantes, com 1º x 8º, 2º x 7º, 3º x 6 e 4º x 5º. Já o vice-campeão pernambucano terá que disputar novamente a fase de grupos da Série D em 2023, já tendo a vaga.

Escalação do Retrô (melhor: Radsley; piores: Mascote e Charles)
Jean; Pedro Costa (Felipinho), Renan Dutra (Yuri Bigode), Guilherme Paraíba e Mayk; Charles (Diego Cardoso), Gelson (Alencar) e Radsley; Matheus Serafim (João Guilherme), Gustavo Ermel e Franklin Mascote. Técnico: Dico Wooley

Escalação do Santa Cruz (melhores: Hugo Cabral, Ítalo e Daniel Pereira; pior: Tarcísio)
Jefferson; Jefferson Feijão (Ítalo Melo), Luan Bueno, Alemão e Ítalo Silva; Daniel Pereira, Arthur Santos e Wescley (Tarcísio); Anderson Ceará (Chiquinho), Raphael Macena (Rafael Furtado) e Hugo Cabral (Matheusinho). Técnico: Marcelo Martelotte

Os cinco duelos na história do confronto (3V do tricolor, 1V da fênix e 1E)
1º) 21/01/2020 – Retrô 1 x 2 Santa Cruz (Aflitos), Estadual
2º) 28/04/2021 – Retrô 2 x 3 Santa Cruz (Arena PE), Estadual
3º) 26/02/2022 – Santa Cruz 0 x 4 Retrô (Arruda), Estadual
4º) 24/07/2022 – Santa Cruz 0 x 0 Retrô (Arruda), Série D
5º) 01/08/2022 – Retrô 1 x 2 Santa Cruz (Arena PE), Série D

Leia mais sobre o assunto
A tabela de jogos do Santa Cruz no Campeonato Brasileiro da Série D de 2022

Abaixo, assista ao 1ª gol tricolor na arena, num vídeo do perfil oficial do Santa no Twitter.


Compartilhe!