Compartilhe!

Pelo 15º mês seguido, o Nordeste representa 30% do levantamento digital produzido pelo Ibope.

O Ibope-Repucom publicou a atualização mensal das bases digitais dos principais clubes brasileiros, somando os perfis oficiais nas cinco redes sociais mais utilizadas no futebol até abril de 2022 – Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok; confira o quadro completo abaixo. Ao todo, o ranking digital conta com 50 times monitorados, incluindo 15 nordestinos. No último mês foram 4,5 milhões de novas inscrições, sendo 477 mil entre os nordestinos, ou 10,6% do total.

O principal destaque da região foi o Íbis, com sobras. O “pior time do mundo” ganhou 222 mil seguidores, num dos maiores avanços do país. Esse dado corresponde a 46,5% de todas as adesões nordestinas. Com isso, o clube subiu para o 26º lugar no ranking nacional, passando Bragantino e Criciúma, além de passar de 1 milhão de seguidores em todos os seus perfis. É o 7º clube do NE neste patamar. No Íbis, o carro-chefe foi o TikTok, com 151 mil inscrições.

Falando em TikTok, vale uma curiosidade fora do NE, com o Vasco turbinando a sua base a partir do fenômeno “Luva de Pedreiro”, que é torcedor do clube. Popular nesta rede, o influencer fez o perfil cruz-maltino subir de 408 mil para 2,2 milhões! No ranking geral, o clube carioca passou três clubes de uma vez e hoje ocupa o 5º lugar. Por sinal, agora o G5 do Brasil agora corresponde à ordem das pesquisas tradicionais de torcida. Demorou, mas engajou.

Voltando ao Nordeste, o Sport segue sendo o único com 4 milhões de seguidores acumulados. Além disso, o leão pernambucano chegou a 19 meses seguidos em 13º no país. A diferença sobre o Botafogo do Rio, o 14º, oscilou de 204 mil para 202 mil, estável. Sobre a hegemonia regional, a distância do Sport sobre o Bahia saltou de 403 mil para 442 mil (+38.677).

Depois disso vem uma disputa bem parelha, com três clubes na casa de 2,7 milhões, com o Ceará tendo 18,4 mil a mais que o Fortaleza e este tendo 21,4 mil a mais que o Vitória. São diferenças abaixo dos respectivos crescimentos mensais, deixando a ordem indefinida a curto prazo. Falando nisso, vale destacar que esses números foram contabilizados até 31 de março, sem a influência (considerável) da final da Copa do Nordeste de 2022, com o Fortaleza levando a melhor sobre o Sport, num clássico disputado no Castelão em 3 de abril.

Abaixo, o ranking completo com as 50 maiores bases digitais do país. Caso esteja num aparelho celular, “estique” a tela para melhorar a visualização do quadro. O seu clube está presente?

A seguir, o quadro completo sobre o Nordeste e os cinco melhores colocados da região em cada rede, com as respectivas evoluções mensais, além de observações do blog sobre os dados contabilizados pela equipe do Ibope. Vale a ressalva de que uma pessoa pode ter contas em diferentes plataformas e também pode seguir perfis rivais – vale tudo. Pelo critério do Ibope, o levantamento soma os 20 times presentes na Série A de 2022 e os 30 com as maiores bases digitais nas demais divisões, ou mesmo sem participação no Brasileirão.

Soma das cinco redes quantificadas

Pela segunda vez seguida, dez clubes do Nordeste ganharam mais de 10 mil seguidores numa mesma atualização. Essa quantidade de clubes só está abaixo de julho de 2021, quando doze alcançaram a marca. À parte do Íbis, numa evolução fora da curva e voltada, sobretudo, pelo perfil humorístico do clube, o maior crescimento foi do Vitória, com 60 mil. O leão baiano vem neste ritmo há algum tempo, tanto que voltou a encostar na dupla cearense – hoje, em 5º na região, o Vitória foi o 3º colocado até agosto de 2020, quando ultrapassado pelos dois.

Top 15 do Nordeste (além da posição nacional e a série)
1º) 4.305.612 (13º) – Sport (+49.703), B
2º) 3.863.349 (15º) – Bahia (+11.026), B
3º) 2.797.700 (17º) – Ceará (+13.039), A
4º) 2.779.266 (18º) – Fortaleza (+37.653), A
5º) 2.757.850 (19º) – Vitória (+60.326), C
6º) 1.419.873 (22º) – Santa Cruz (+16.217), D
7º) 1.097.959 (26º) – Íbis (+222.051), s/d
8º) 725.460 (30º) – Náutico (+21.396), B
9º) 652.269 (32º) – CSA (+10.023), B
10º) 568.544 (34º) – ABC (+7.306), C
11º) 513.617 (37º) – CRB (+5.196), B
12º) 512.114 (38º) – América-RN (+4.891), D
13º) 488.027 (40º) – Sampaio Corrêa (+15.249), B
14º) 323.265 (47º) – Botafogo-PB (+1.492), C
15º) 314.935 (49º) – Confiança (+2.143), C

Top 5 do Brasil
1º) 45.949.051 – Flamengo (+569.885), A
2º) 27.963.012 – Corinthians (+252.250), A
3º) 18.177.843 – São Paulo (+226.365), A
4º) 15.307.861 – Palmeiras (+208.198), A
5º) 10.703.479 – Vasco (+1.960.714), B
* O Fla também é o líder nacional em todas as redes.

A seguir, o G5 do Nordeste nas cinco redes observadas pelo Ibope e as respectivas evoluções mensais. O Sport é o único a liderar em duas frentes, com Twitter (o maior perfil geral da região, com 1,63 milhão) e TikTok (7º maior perfil do país). Nas outras frentes, seguem os mesmos nomes: Bahia (Facebook), Ceará (Instagram) e Fortaleza (Youtube). Veja o levantamento anterior aqui.

1) Facebook
1º) 1.120.531 – Bahia (-375)
2º) 1.072.067 – Sport (+845)
3º) 947.998 – Fortaleza (+2.616)
4º) 909.237 – Ceará (+667)
5º) 578.514 – Vitória (+12.538)

2) Twitter
1º) 1.635.599 – Sport (+5.863)
2º) 1.525.045 – Bahia (+2.812)
3º) 1.149.381 – Vitória (+6.036)
4º) 391.202 – Ceará (+2.382)
5º) 360.134 – Fortaleza (+5.298)

3) Instagram
1º) 976.461 – Ceará (+9.190)
2º) 919.534 – Fortaleza (+19.539)
3º) 889.946 – Sport (+28.895)
4º) 833.573 – Bahia (+3.589)
5º) 737.055 – Vitória (+25.852)

4) Youtube
1º) 204.000 – Fortaleza (+2.000)
2º) 168.000 – Ceará (+1.000)
3º) 148.000 – Bahia (+3.000)
4º) 145.000 – Sport (+2.000)
5º) 75.900 – Santa Cruz (+300)

5) TikTok
1º) 563.000 – Sport (+12.100)
2º) 352.800 – Ceará (-200)
3º) 347.600 – Fortaleza (+8.200)
4º) 337.400 – Íbis (+151.300)
5º) 236.200 – Bahia (+2.000)


Compartilhe!