Compartilhe!
  • 69
  •  
  •  
  •  

Staff Images/Flamengo

A derrota foi cantada. Após a volta da Copa do Mundo zerada diante de Ceará, Fluminense e Vitória, o jogo contra o Flamengo parecia cumprimento de protocolo. Líder do Brasileirão, com 58 mil torcedores no Maracanã e força máxima em campo. Em visível queda técnica, tática e física, o Sport não foi mesmo capaz. Acabou goleado pelo rubro-negro carioca, 4 x 1.

O revés folgado se desenhou logo no começo, com amplo domínio do Fla. O Sport de Claudinei Oliveira esteve mal ofensiva e defensivamente. Lá na frente, sem coordenação e efetividade. Lá atrás, os pontas do time carioca deram trabalho, com a zaga leonina cortando na base do chutão. Nem sempre forma correta, com seguidos escanteios. Em 13 minutos foram três, com o terceiro resultado no gol do capitão Réver. O jogador de 1,92m tornou-se o zagueiro com mais gols na história da Série A (31). É difícil marcá-lo na bola aérea, mas deixá-lo solto não ajuda em nada.

A desvantagem tão cedo praticamente liquidava as pretensões do visitante, morno e falhando nos contragolpes – Michel Bastos errando passes e Rafael Marques omisso. Porém, pouco antes do intervalo, aos 43, a primeira finalização do Sport deu resultado. Passividade à parte, Marlone lançou na área e Winck se antecipou a Réver, empatando de cabeça. O lateral leonino havia entrado no lugar de Prata, que fora advertido e seguia cometendo forte nas faltas.

Nas três derrotas anteriores, o time pernambucano se apresentou melhor no 1T, caindo bastante no 2T e perdendo. No Maracanã, foi mal já no 1T, embora tenha ido para o vestiário com o empate – como nos três casos anteriores. E a dúvida sobre a piora veio com 5 minutos, com os gols de Paquetá (invertida errada de Marlone e furada de Ronaldo Alves) e Everton Ribeiro (de fora da área, mesmo cercado). O jogo virou goleada aos 18, com o atacante colombiano Uribe marcando o seu primeiro gol no novo clube. Com falha de Magrão. Com a liderança mantida, o Fla rodou a bola e o Sport limitou-se a tentar evitar um placar maior.

Escalação do Sport (piores: 1 Ronaldo Aves, 2 Rafael Marques, 3 Prata)
Magrão; Raul Prata (Winck, 21/1T), Ronaldo Alves, Léo Ortiz e Sander; Deivid (Ferreira, 31/2T), Fellipe Bastos e Gabriel; Michel Bastos (Carlos Henrique, 24/2T), Rafael Marques e Marlone

Histórico geral de Flamengo x Sport (todos os mandos)
50 jogos
16 vitórias pernambucanas (32,0%)
11 empates (22,0%)
23 vitórias cariocas (46,0%)

Histórico de Flamengo x Sport pela Série A (todos os mandos)
37 jogos
11 vitórias pernambucanas (29,7%)
8 empates (21,6%)
18 vitórias cariocas (48,6%)

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, Celso Ishigami e Fred Figueiroa)

Staff Images/Flamengo


Compartilhe!
  • 69
  •  
  •  
  •