Compartilhe!

Liverpool x Real Madrid

O egípcio Salah (8 gols) e o francês Benzema (15 gols), candidatos ao prêmio de melhor do mundo.

A final da Liga dos Campeões da Uefa da temporada 2021/2022 irá reunir dois dos clubes mais tradicionais do mundo. O Real Madrid, o maior vencedor da Champions e com quatro títulos só na última década, e o Liverpool, o maior campeão europeu entre os ingleses e finalista pela 3ª vez nos últimos cinco anos. É tanta tradição que esta será a 3ª decisão entre as duas potências, um recorde em 67 anos de história.

Até hoje, nove finais foram repetidas na principal disputa da Uefa, com Liverpool x Real Madrid indo já para o “tira-teima”. Em 1981, no Parque dos Príncipes, em Paris, os “reds” venceram por 1 x 0, gol Alan Kennedy aos 37 do segundo tempo, sendo aquele o último vice do Real nesta copa. Em 2018, num jogo em Kiev, os merengues deram o troco nos britânicos e fizeram 3 x 1, com dois gols de Bale e um Benzema, contando ainda com a grande colaboração do goleiro Karius, que falhou feio. Agora, encontro marcado para o dia 28 de maio, no Stade de France, palco da final da Copa do Mundo de 1998 e que recebe a decisão continental pela 3ª vez – antes, deu Real em 2000 e Barça em 2006.

Nesta edição, o Liverpool de Jurgen Klopp chega com uma campanha melhor, com 31 pontos somados em 12 jogos, contra 24 do Real. Considerando só o mata-mata, o time inglês passou por Internazionale (ITA), Benfica (POR) e Villarreal (ESP), sempre abrindo dois gols de vantagem na ida. Chegou praticamente sem sustos, apesar de ter buscado a virada na volta da semifinal. Já o Real Madrid de Carlo Ancelotti passou no aperreio nas três eliminatórias, revertendo o placar na volta contra o PSG (FRA) e precisando da prorrogação para eliminar Chelsea (ING) e Manchester City (ING). Neste último jogo, aliás, perdeu por 4 x 3 na ida e perdia em casa por 1 x 0 até os 45 do 2º tempo, quando brilhou o “raio” Rodrygo, com dois gols seguidos. Na prorrogação, Benzema fez mais um definiu a classificação à 17ª final na história.

Ao todo, o Real busca o 14º título, para ampliar um recorde já difícil de ser alcançado. Embora esteja num degrau abaixo, em relação ao Real, o Liverpool é gigantesco no torneio. Afinal, está é a 10ª final do clube, que almeja o hepta, que o deixaria como o segundo maior campeão da Champions, empatado com o Milan. Portanto, hoje, Real e Liverpool somam 19 taças, o que já é suficiente para estabelecer outro recorde, o de decisão envolvendo o maior nº de títulos de Champions League. É mesmo uma final para apreciar, convicto do bom futebol presente. Favorito? Sem muro, Liverpool. Só que o jogo é pesado, bem pesado…

As campanhas dos finalistas após 12 jogos
31 pontos – Liverpool (10V, 1E e 1D; 30 GP e 13 GC)
24 pontos – Real Madrid (8V, 0E e 4D; 28 GP e 14 GC)

As finais repetidas na história da Champions League (em 67 edições)
3 vezes – Liverpool x Real Madrid (1981, 2018 e 2022; 1 x 1)
2 vezes – Real Madrid x Stade Reims (1956 e 1959; 2 x 0)
2 vezes – Milan x Benfica (1963 e 1990; 2 x 0)
2 vezes – Milan x Ajax (1969 e 1995; 1 x 1)
2 vezes – Ajax x Juventus (1973 e 1996; 1 x 1)
2 vezes – Liverpool x Milan (2005 e 2007; 1 x 1)
2 vezes – Barcelona x Manchester United (2009 e 2011; 2 x 0)
2 vezes – Real Madrid x Atlético de Madrid (2014 e 2016; 2 x 0)
2 vezes – Real Madrid x Juventus (1998 e 2017; 2 x 0)

Decisões com mais títulos de Champions em campo (entre parênteses, o nº até o jogo)
19 taças – 2022 (Real Madrid 13 x 6 Liverpool)
17 taças – 2018 (Real Madrid 12 x 5 Liverpool)
13 taças – 2017 (Real Madrid 11 x 2 Juventus)
11 taças – 2007 (Milan 6 x 5 Liverpool)
10 taças – 2005 (Milan 6 x 4 Liverpool)
10 taças – 2016 (Real Madrid 10 x 0 Atlético de Madrid)
9 taças – 2014 (Real Madrid 9 x 0 Atlético de Madrid)
8 taças – 1981 (Real Madrid 6 x 2 Liverpool)
8 taças – 1995 (Milan 5 x 3 Ajax)
8 taças – 1998 (Real Madrid 6 x 2 Juventus)
8 taças – 2002 (Real Madrid 8 x 0 Bayer Leverkusen)

Curiosidade – Sobre o recorde de taças aglutinadas numa decisão, a tendência natural é que a marca seja sempre quebrada. No cenário atual, o confronto máximo seria Real x Milan, com 20.


Compartilhe!