Compartilhe!

Anderson Freire/Sport Club do Recife

Alessandro Beti Rosa chegou ao Recife sem alarde, em maio de 2005. Então com 27 anos, veio do Rio Branco de Americana, onde havia disputado o Paulistão. O resto é história, que, tanto depois, segue sendo contada. E assim continuará até dezembro de 2019.

Durante o recesso para a Copa do Mundo, a direção do Sport anunciou a renovação de contrato por mais uma temporada. Há pelo menos três assinaturas o goleiro é perguntado se vai para o seu último ano como jogador profissional. Ele nunca cravou a aposentadoria. Titular numa Série A do Brasileiro aos 41 anos, Magrão responde sem precisar falar sobre o assunto.

Com a permanência na Ilha, o jogador passa a ser o atleta com mais temporadas disputadas na história do Sport, o que impressiona pelo contexto atual do mercado do futebol, cada vez mais rápido. Assim sendo, de forma ininterrupta: 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019. Isso representa 13% de todos os anos do clube.

Com a ampliação da passagem do ídolo rubro-negro, eis as principais marcas estabelecidas.

Mais temporadas no Sport
15 temporadas (2005-2019), superando o zagueiro Bria, com 14 (1949-1962)

Mais partidas pelo Sport
708, também recordista na região (até Sport 0 x 0 Grêmio, em 13/06/2018)

Mais títulos pelo Sport
9 taças (1 Copa do Brasil, 1 NE e 7 PE), empatado com o atacante Leonardo (2 NE e 7 PE)

A evolução dos jogos de Magrão no Sport
1º jogo (25/05/2005) – Sport 1 x 0 Guarani, Série B (Ilha do Retiro)
100º jogo (12/01/2008) – Sport 4 x 0 Salgueiro, Estadual (Ilha do Retiro)
200º jogo (07/06/2009) – Sport 4 x 2 Flamengo, Série A (Ilha do Retiro)
300º jogo (20/01/2011) – Sport 1 x 0 Ypiranga, Estadual (Ilha do Retiro)
400º jogo (30/08/2012) – Flamengo 1 x 1 Sport, Série A (Raulino de Oliveira)
500º jogo (21/05/2014) – Cruzeiro 2 x 0 Sport, Série A (Mineirão)
600º jogo (24/09/2016) – Sport 1 x 0 Santos, Série A (Ilha do Retiro)
700º jogo (21/03/2018) – Central 1 x 0 Sport, Estadual (Lacerdão)

Chegará ao 800º jogo? Para isso, Magrão precisa atuar mais 92 vezes. A chance de conseguir até o fim de 2019 é pequena – só se avançar nas copas. Caso não, só com outra renovação…

Anderson Freire/Sport Club do Recife


Compartilhe!