Compartilhe!

O zagueiro definiu a 2ª vitória seguida do Coxa, que deixa o Z4. Foto: Coritiba/divulgação.

O jogo em Curitiba foi fraquíssimo, condizente com o nível técnico das duas equipes. Durante 96 minutos, já somando os acréscimos, apenas 4 bolas haviam ido na barra, duas de cada lado, com a melhor chance caindo nos pés de Elton, que tentou uma cavada e errou. Ainda assim, o empate sem gols era interessante para o Sport, cuja estreia do técnico Jair Ventura seria marcada pela saída da zona de descenso – e a atuação foi dentro do esperado, com três volantes e mais segurança. Porém…

Numa tarde de pouquíssimas emoções, sem velocidade, sem criatividade e poder de fogo limitado das equipes, somente um erro bisonho para alterar o placar. E ainda faltava um minuto, considerando o tempo adicional dado pelo árbitro Raphael Claus. Tempo para um longo lançamento, sem tanto perigo, com Patric acompanhando Robson pelo lado esquerdo. No lance, Mailson também se aproximou, com o lateral dando espaço. Pelo entendimento, era para o goleiro agarrar a bola ou deixá-la passar pela linha de fundo. Num lance inexplicável, o goleiro leonino optou por atacar a bola, cometendo pênalti sobre o meia paranaense.

O pontinho precioso ao Sport acabou virando três pontos para o não menos desesperado Coritiba, com o zagueiro Sabino definindo a vitória. Por sinal, nada mais emblemático num jogo no qual o setor ofensivo praticamente não existiu. O revés por 1 x 0, o terceiro seguido pelo mesmo placar, deixa o Sport afundado no Z4, e moralmente ainda mais abatido.

Sport na Série A de 2020
Mandante (3 jogos, 3 pts e 33.3%): 1V, 0E e 2D
Visitante (3 jogos, 1 pt e 11.1%): 0V, 1E e 2D

Escalação do Coritiba (melhores: 1 Sabino, 2 Matheus Sales; piores: Neilson e Galdezani)
Wilson; Patrick Vieira (Jonathan, 8/2T), Rhodolfo (Rodolfo Filemon, 16/2T), Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Matheus Galdezani (Giovanni Augusto, 31/2T), Luiz Henrique (Matheus Bueno, intervalo) e Neilton (Igor Jesus, 31/2T); Robson e Sassá. Técnico: Jorginho

Escalação do Sport (piores: 1 Mailson, 2 Elton; melhor: Mugni)
Mailson; Patric, Maidana, Chico e Sander (Luciano, 32/2T); Ronaldo (Marcão, 26/2T), Ricardinho, Betinho e Jonatan Gómez (Lucas Mugni, 17/2T); Marquinhos (Barcia, 17/2T) e Elton (Brocador, 26/2T). Jair Ventura

Histórico geral de Coritiba x Sport (todos os mandos)
40 jogos
15 vitórias rubro-negras (37,5%)
12 empates (30,0%)
13 vitórias paranaenses (32,5%)

Histórico de Coritiba x Sport pela Série A (todos os mandos)
31 jogos
11 vitórias rubro-negras (35,4%)
9 empates (29,0%)
11 vitórias paranaenses (35,4%)

Curiosidade
Apesar de ter sido um confronto pela 6ª rodada, de um total de 38, o jogo já contou com o segundo técnico de cada time. No coxa, Jorginho substituiu Eduardo Barroca. No leão, Jair Ventura substituiu Daniel Paulista. Ambos estrearam neste domingo. Serão os mesmos nomes no returno?

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, Celso Ishigami e Fred Figueiroa):

Abaixo, assista ao único gol da partida, através do perfil oficial do Brasileirão no Twitter.


Compartilhe!