Compartilhe!

Náutico 2 x 0 Operário-PR na Série B 2022

Agora, o timbu tem 1V, 0E e 2D no Campeonato Brasileiro. Foto: Tiago Caldas/Náutico.

Em seu segundo jogo à frente do Náutico, nesta nova passagem, Roberto Fernandes remontou o ataque alvirrubro, trocando as três peças. Kieza foi poupado e Ewandro e Robinho saíram por opção. Assim, espaço para Léo Passos, Leandro Carvalho e Niltinho, que fez a sua estreia. Além de dar uma sacudida no grupo, a medida visava encerrar, claro, a incômoda seca de gols, que vinha desde o dia 23 de março – naquela falta de Júnior Tavares no Almeidão, pela Lampions.

Um mês depois, contabilizando PE, Nordestão e Série B, finalmente o ataque desencantou, com o Náutico vencendo o Operário de Ponta Grossa por 2 x 0, gols de Niltinho e Luís Phelipe aos 33 minutos, do 1T e do 2T. O primeiro gol válido, pois ainda teve um de Léo Passos anulado pelo VAR, saiu depois de 486 minutos! Mais de cinco jogos completos. O desempenho, que de fato foi bem acima dos últimos jogos, valeu a primeira vitória alvirrubra na Série B.

Com os primeiros pontos nesta edição, obtidos no encerramento da 3ª rodada, o time de Rosa e Silva deu um salto na tabela. Ganhou oito posições, saindo da lanterna para o 12º lugar, distensionando a pressão numa semana importante. Na quarta-feira, irá ao Rei Pelé para enfrentar o CRB, podendo dosar o elenco minimamente após esta respirada, e depois, no sábado, terá a finalíssima do Campeonato Pernambucano de 2022.

Diante do Retrô, na Arena PE, o Náutico precisa vencer por 1 gol de diferença para forçar a disputa de pênaltis ou por 2 gols para levar o bi ainda no tempo normal. Ou seja, precisará da efetividade do ataque, que deu sinais de reativação neste domingo.

Escalação do Náutico (melhores: Léo Passos, Niltinho e Perri; pior: Tavares)
Lucas Perri; Hereda, Camutanga, Bruno Bispo e Júnior Tavares; Ralph, Rhaldney (Franco) e Jean Carlos (Victor Ferraz); Niltinho (Luís Phelipe), Leandro Carvalho (Robinho) e Léo Passos (Amarildo). Técnico: Roberto Fernande

Escalação do Operário-PR (piores: Fabiano e Garcia)
Vanderlei; Arnaldo, Thales, Reniê e Fabiano (Raphinha); André Lima, Fernando Neto e Javier Reina (Tomas Bastos); Felipe Garcia (Felipe Saraiva), Thomaz Santos (Júnior Brandão) e Paulo Sérgio. Técnico: Claudinei Oliveira

Os cincos jogos na história, todos pela Série B (3V do timbu, 1E e 1V do fantasma)
1º) 11/08/2020 – Náutico 0 x 0 Operário-PR (Aflitos)
2º) 13/11/2020 – Operário-PR 3 x 1 Náutico (Germano Kruger)
3º) 02/07/2021 – Náutico 5 x 0 Operário-PR (Aflitos)
4º) 01/10/2021 – Operário-PR 1 x 2 Náutico (Germano Kruger)
5º) 24/04/2022 – Náutico 2 x 0 Operário-PR (Aflitos)

Leia mais sobre o assunto
A tabela de jogos do Náutico no Campeonato Brasileiro da Série B de 2022

Abaixo, assista aos dois gols da partida, através do perfil oficial da Série B no Twitter.


Compartilhe!