Compartilhe!

Vinícius fez um gol no 2T e no fim acabou expulso por uma cotovelada. Foto: Marlon Costa/Náutico.

No encerramento da 21ª rodada, nos Aflitos, o resultado positivo mudaria o patamar tanto do Náutico quanto do Vitória nesta Série B. No caso do timbu, em seu segundo jogo sob o comando de Marcelo Chamusca, valeria a volta ao grupo de acesso, onde o campeão pernambucano permaneceu da 1ª até a 17ª rodada. Quanto ao leão baiano, a chance de igualar a campanha do 16º lugar, o primeiro fora da zona de rebaixamento – mesmo seguindo no Z4 devido nº de vitórias.

No fim, o empate em 1 x 1 não agradou muito, mas acabou sendo bastante justo pelo futebol visto no domingo, com um 1T fraco tecnicamente e um 2T mais movimentado, com o alvirrubro levando perigo na bola parada e com o rubro-negro melhor nos contragolpes, tanto que efetivamente teve mais chances reais, com 6 x 3 no scout de finalizações.

Em relação aos gols, timbu marcou o primeiro, com Vinícius escorando, no primeiro pau, um escanteio cobrado por Jean Carlos. O atacante já fez 5 gols no BR, sendo 3 nesta jogada – e em todas o timbu acabou pontando, anteriormente vs Vasco (12ª rodada) e vs CSA (20ª). Ou seja, o Náutico chegou a pisar no G4 durante 24 minutos, do 6º ao 20º minuto da etapa complementar. Até a saída errada de Hereda, com o visitante articulando uma trama com passes de primeira até Bruno Oliveira, que entrou bem no jogo e empatou.

Com a igualdade retomada, o timbu seguiu pressionando na base dos escanteios, com 10 x 0 em marcações, mas no finzinho acabou tomando um susto com Cedric acertando o travessão, aos 40 minutos. Foi a 13ª bola na trave do Vitória na segundona, sendo o time mais que acertou o poste na competição, explicando um pouco o excesso de empates. Já foram 11, sendo o time mais empatou. Ao menos chegou a 5 jogos invicto, mas com 4 empates.

Náutico em 21 rodadas na Série B de 2021
Mandante (11 jogos, 19 pts e 57.5%): 5V, 4E e 2D
Visitante (10 jogos, 15 pts e 50.0%): 4V, 3E e 3D

A comparação da campanha com os acessos do timbu na Série B após 21 jogos
1º) 2006 – 38 pontos (11V, 5E e 5D; 2º lugar)
2º) 2011 – 38 pontos (10V, 8E e 3D; 3º lugar)
3º) 2021 – 34 pontos (9V, 7E e 5D; 6º lugar)

Escalação do Náutico (melhor: Jean Carlos; piores: Hereda e Luiz Henrique)
Alex Alves; Hereda (Thássio, 40/2T), Camutanga, Rafael Ribeiro e Bryan; Marciel (Luiz Henrique, intervalo), Rhaldney e Jean Carlos; Tailson (Yago Dias, intervalo), Vinícius e Paiva (Matheus Carvalho, 31/2T). Técnico: Marcelo Chamusca

Escalação do Vitória (melhores: Bruno Oliveira e Roberto; pior: Pionteck)
Lucas Araújo; Van, Wallace, Matteus Moraes (Thalisson Kelven, 28/2T) e Roberto; Pablo Siles, Fernando Neto (Cedric, 13/2T) e Soares (Bruno Oliveira, intervalo); Wesley Pionteck (David, 13/2T), Samuel e Marcinho (Ronan, 34/2T). Técnico: Wagner Lopes

Histórico geral de Náutico x Vitória (todos os mandos)
53 jogos
20 vitórias alvirrubras (37,7%)
16 empates (30,1%)
17 vitórias rubro-negras (32,0%)

A análise do Podcast 45 Minutos sobre a partida (do tempo 0h09 até 1h03):

Abaixo, assista aos gols da partida, através do perfil oficial da Série B no Twitter.


Compartilhe!