Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Nas duas vitórias alvirrubras no Brasileiro, dois gols de Jean Carlos. Foto: Pietro Carpi/Vitória.

Numa noite de muita aplicação tática, o Náutico venceu o Vitória por 1 x 0, no Barradão, e chegou a seis pontos somados em seis disputados. Só o Brusque largou da mesma forma nesta Série B, tendo hoje uma leve vantagem, à frente apenas no número de gols marcados (3 x 2). O resultado positivo do campeão pernambucano deu sequência ao bom retrospecto recente neste clássico nordestino lá em Salvador. Já são quatro jogos sem derrota, com 2V e 2E. Ao todo, como visitante, o timbu tem 5V, 4E e 10D diante do rubro-negro baiano – abaixo, relembre os cinco triunfos.

Sobre o jogo, o alvirrubro teve mais posse de bola no 1T, com 54%, e buscou o jogo ofensivo, embora tenha falhado bastante nas finalizações, com a maior chance nos pés de Erick – além da reclamação de um pênalti no comecinho. Pelo lado do Vitória, o scout de finalizações até foi superior, com 10 x 6, mas só levou perigo de fato uma vez, numa bola no travessão.

No 2T, sem mudanças nas equipes, o jogo parecia encaminhado no mesmo ritmo, mas o timbu marcou logo no primeiro minuto, com Jean Carlos cruzando da direita. A bola passou por todo mundo, incluindo o capitão rubro-negro Wallace, que não conseguiu cortar, e foi direto pro gol. Foi o 4º gol do meia nesta temporada. Pelo clube de Rosa e Silva já são 19 gols em 73 partidas – Jean, lembrando, foi o vice-artilheiro alvirrubro na última edição da B, com 7 gols (Kieza fez 8). Em vantagem, o time de Hélio passou a se postar atrás da linha da bola, com o leão baiano tendo 68% de posse na retomada, segundo dados do SofaScore.

Apesar da enorme diferença no controle da bola, o scout de finalizações foi bem parecido, com 11 x 5 para o Vitória e apenas uma chance perigosa, em outra bola no travessão. Com as mudanças pensadas para reforçar a estrutura defensiva, o timbu segurou o resultado até com certa tranquilidade. E volta ao Recife no G4, indo do 5º para o 2º lugar.

Náutico em 2 rodadas na Série B de 2021
Mandante (1 jogo, 3 pts e 100%): 1V, 0E e 0D
Visitante (1 jogo, 3 pts e 100%): 1V, 0E e 0D

Escalação do Vitória (piores: Wallace e David)
Lucas Arcanjo; Raul Prata, Marcelo Alves, Wallace e Roberto; Gabriel Bispo (Bruno Oliveira, 19/2T), Fernando Neto (Dinei, 29/2T) e Soares (Eduardo, 37/2T); Guilherme Santos (Ronan, 29/2T), Samuel e David (Pablo Siles, 19/2T). Técnico: Rodrigo Chagas

Escalação do Náutico (melhores: Jean e Rhaldney; pior: Erick)
Alex Alves; Hereda, Camutanga, Wagner Leonardo e Bryan; Djavan (Matheus Trindade, 21/1T), Rhaldney (Marciel, 23/2T) e Jean Carlos (Luiz Henrique, 23/2T); Erick, Kieza (Paiva)33/2T e Vinícius (Vargas, 33/2T). Técnico: Hélio dos Anjos

Histórico geral de Vitória x Náutico (todos os mandos)
52 jogos
20 vitórias alvirrubras (38,4%)
15 empates (28,8%)
17 vitórias rubro-negras (32,6%)

Os cinco triunfos oficiais do Náutico sobre o Vitória em Salvador
1º) 22/09/1965 – Vitória 0 x 2 Náutico (Taça Brasil)
2º) 18/10/1972 – Vitória 0 x 1 Náutico (Série A)
3º) 11/02/2001 – Vitória 0 x 1 Náutico (Nordestão)
4º) 31/10/2015 – Vitória 2 x 3 Náutico (Série B)
5º) 07/06/2021 – Vitória 0 x 1 Náutico (Série B)

Abaixo, assista ao gol da partida, através do perfil oficial da Série B no Twitter.


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •