Compartilhe!

Reunião sobre o Todos com a Nota

A reunião do governador de PE com os mandatários dos clubes da capital. Foto: Aluísio Moreira/SEI.

Suspenso em 2015, o programa “Todos com a Nota” pode voltar ainda em 2022. A afirmação é do próprio governo do estado, em nota divulgada após a reunião do chefe do executivo estadual, Paulo Câmara, com os presidentes do trio de ferro, com as presenças do rubro-negro Yuri Romão, do tricolor Antônio Luiz Neto e do alvirrubro Diógenes Braga. Segundo o texto, o “governador ouviu as demandas do Sport, Náutico e Santa Cruz, e assegurou apoio do Estado para a retomada do programa de troca de notas fiscais por ingressos para jogos de futebol”.

O curioso disso é que a campanha promocional, que trocava R$ 100 em notas fiscais por um ingresso em qualquer campeonato, vigorou sem problemas de 2007 até 2014, com Eduardo Campos à frente. O sucessor dele, também do PSB, acabou encerrando o programa logo no primeiro ano do mandato, após o Estadual, justificando pela crise econômica – e, em menor parte, pelo uso deturpado, com bilhetes trocados e presença na arquibancada aquém do número oficial. Agora, no último ano do segundo mandato, Câmara ordenou a Secretaria da Fazenda e a Secretaria Executiva de Esportes, presentes no encontro em 12 de maio, a avaliação do cenário de retomada do TCN. Ou seja, poderá ser num modelo diferente.

Embora considere importante o apoio estatal de alguma forma, até porque isso ocorre nos estados vizinhos, de formas distintas, a notícia em maio de 2022 acaba ficando quase a cargo do próximo governador. Hoje, sem garantia de continuidade do partido que comanda PE desde 2007, com a eleição majoritária programada para outubro. Ou seja, tem um pouco de campanha política nisso. Em relação aos números do Todos com a Nota, que valeu em todo o território, a suspensão aconteceu com 420.698 usuários com cartões ativos só no Grande Recife – os cartões magnéticos foram implantados em 2011, com 200 mil cadastros na estreia.

Na época da suspensão do TCN, os usuários eram divididos em 49% do Sport, 29% do Santa e 21% do Náutico. Apenas no Estadual, entre 2008 e 2014 (uma vez que o TCN começou no segundo semestre 2007), o repasse aos clubes foi de R$ 36 milhões. Considerando todas as competições no ano, da Série A2 do PE até a 1ª divisão nacional, foram R$ 13 milhões em 2013 – o único dado divulgado desta forma. Em contrapartida, nesse tempo todo, mais de R$ 2 bilhões em notas fiscais, aumentando a arrecadação de ICMS. Concorda com a volta?

A seguir, as declarações dos envolvidos na reunião no Palácio do Campo das Princesas.

Paulo Câmara, governador de Pernambuco:
“Temos total consciência das dificuldades que os clubes vêm enfrentando e vamos trabalhar para trazer de volta o ‘Todos com a Nota’, um programa vitorioso e uma forma de o Estado contribuir com o futebol. Nossa equipe vai trabalhar junto aos clubes e à Federação Pernambucana de Futebol para definir a modernização da iniciativa e colocá-la em prática o mais rápido possível”.

Yuri Romão, presidente do Sport:
“Esse apoio do governo é fundamental. Principalmente depois de um período pandêmico, com os estádios sem público e nossas obrigações tendo que ser honradas”.

Antônio Luiz Neto, presidente do Santa Cruz:
“É muito importante que o governador tenha manifestado apoio aos clubes, que vivem esse momento de crise”.

Diógenes Braga, presidente do Náutico:
“Uma reunião extremamente importante e produtiva. O futebol vai muito além de entretenimento. É um patrimônio do povo pernambucano. Temos necessidade de um incentivo, evidentemente que com contrapartidas para a população”.

Agora, confira a evolução de cadastros do trio de ferro no Todos com a Nota.

Evolução de inscritos do Sport no TCN
2011 – 99.000 pessoas (49,5% do total)
2012 – 148.000 pessoas (49,3%); +49,0 mil
2013 – 177.448 pessoas (48,2%); +29,4 mil
2014 – 207.174 pessoas (49,2%); +29,7 mil

Evolução de inscritos do Santa Cruz no TCN
2011 – 58.000 pessoas (29,0% do total)
2012 – 88.000 pessoas (29,3%); +30,0 mil
2013 – 109.931 pessoas (29,9%); +21,9 mil
2014 – 124.372 pessoas (29,5%); +14,4 mil

Evolução de inscritos do Náutico no TCN
2011 – 43.000 pessoas (21,5% do total)
2012 – 64.000 pessoas (21,3%); +21,0 mil
2013 – 80.240 pessoas (21,8%); +16,2 mil
2014 – 89.152 pessoas (21,1%); +8,9 mil

Abaixo, o registro atual do site oficial do governo do estado sobre o TCN, suspenso desde 2015.

Todos com a Nota suspenso em 2015


Compartilhe!