Compartilhe!
  •  
  • 6
  •  
  •  

Os candidatos nordestinos para a disputa de cidade-sede da final da Sula. Quem tem mais chance?

A Conmebol divulgou a lista de estádios que serão inspecionados visando as decisões da Taça Libertadores da América e da Copa Sul-Americana de 2021 a 2023, atualizando o cenário nove meses após a primeira lista. E os três estádios nordestinos presentes, Arena Pernambuco, Castelão e Fonte Nova, seguem na disputa para receber a final única da Sula. Considerando os 15 candidatos, os palcos no Recife e em Fortaleza estão na disputa nos três anos, enquanto o palco em Salvador visa apenas as finais de 2022 e 2023 – isso já foi uma mudança em relação à lista original.

Especificamente sobre 2021, o número total de candidatos caiu de 15 para 10. Do Brasil, por exemplo, saíram o Maracanã e a Arena da Baixada. Ou seja, o Nordeste tem 20% de chance de receber o jogo. Em tese, a chance parece até maior, pois seis candidatos são da Argentina, que recebeu a decisão de 2020, em Córdoba – com título do Defensa Y Justicia. Outro indicativo disso é o fato de os estádios argentinos também serem candidatos à final da Libertadores, cuja edição de 2020, vencida pelo Palmeiras, ocorreu no Brasil. Haveria uma inversão?

A partir de 2022, com a entrada de Salvador, também surgem outros candidatos, incluindo dois estádios peruanos, um deles sendo o Monumental, que recebeu a final da Libertadores de 2019, no jogo entre Flamengo e River Plate. Em termos proporcionais, porém, a chance do NE sobe para 21,4%! Abaixo, a lista completa de candidatos e os anos de cada um.

A inspeção dos estádios começou na Argentina. Na sequência, a equipe da Conmebol vem ao Brasil, com trabalho entre os dias 22 e 26 de fevereiro. A análise para a escolha da sede irá considerar os seguintes pontos: estádio, campo de treinamento, hotel, aeroporto e local selecionado para a “embaixada do torcedor”, uma sede para eventos promocionais. A escolha das seis sedes (3 na Sula e 3 na Liberta) será feita no próximo conselho da Conmebol.

Total de candidatos para a final da Copa Sul-Americana
2021 – 10 estádios (com Arena PE e Castelão; eram 15)
2022 – 14 estádios (com Arena PE, Castelão e Fonte Nova; eram 17)
2023 – 15 estádios (com Arena PE, Castelão e Fonte Nova; eram 18)

A seguir, todos os 15 candidatos às finais da Sul-Americana de 2021 a 2023, e as respectivas capacidades. O asterisco informa os estádios que se inscreveram para menos edições.

Argentina (7)
70.074 – Monumental de Nuñez (Buenos Aires; River Plate)
57.503 – Mario Kempes (Córdoba)*
49.000 – La Bombonera (Buenos Aires; Boca Juniors)
47.964 – Nuevo Gasometro (Buenos Aires; San Lorenzo)
45.562 – Libertadores de América (Avellaneda; Independiente)
42.500 – Presidente Perón (Avellaneda; Racing)
28.000 – Único (Santiago del Estero)
* Só para 2022 e 2023

Brasil (5)
72.788 – Mané Garrincha (Brasília)
63.903 – Castelão (Fortaleza)
50.128 – Beira-Rio (Porto Alegre; Internacional)
50.025 – Fonte Nova (Salvador)*
45.500 – Arena Pernambuco (Recife)
* Só para 2022 e 2023

Peru (2)
80.093 – Monumental (Lima; Universitario)*
50.000 – Nacional (Lima)*
* Só para 2022 e 2023

Colômbia (1)
44.739 – Atanasio Girardot (Medellín)
* Só para 2023

Libertadores provavelmente nos países vizinhos
Sobre a Libertadores, o futebol brasileiro concorre com o Beira-Rio, o único candidato do país tanto à Sula quanto à Liberta, e o Morumbi. Ambos visando finais de 2021 a 2023. Na história, os dois já receberam decisões do torneio, mas no sistema de ida e volta. Além desses e dos sete estádios argentinos, concorrem dois colombianos (incluindo o Roberto Melendez, em Barranquilla), os dois peruanos já citados, e mais o Monumental de Guayaquil, no Equador, e o Centenário de Montevidéu, no Uruguai. Ao todo, são 10 em 2021, 13 em 2022 e 14 em 2023. Saiba mais aqui.

Leia mais sobre o assunto
O ranking de pontos dos clubes do Nordeste nos torneios da Conmebol até 2020


Compartilhe!
  •  
  • 6
  •  
  •