Compartilhe!
  •  
  • 17
  •  
  •  

Com o título, as alvirrubras vão disputar o Campeonato Brasileiro. Foto: Fernanda Acioly/Náutico.

No jogo de maior audiência na categoria no estado, o Náutico venceu o Sport e conquistou o título pernambucano feminino de 2020, em pleno aniversário de 120 anos. Na primeira decisão na Arena PE, as alvirrubras reagiram e ganharam nos pênaltis, numa partida exibida pela FPF TV com pico de 2,3 mil telespectadores online – a marca anterior, também com o Clássico dos Clássicos, no último BR, era de 400. Ao todo, foram mais de 17,3 mil visualizações.

Em campo, o jogo começou a 100 km/h, com as artilheiras dos dois times finalizando com perigo antes dos dois minutos, com Thays pelo Sport (14 gols) e Nadine pelo Náutico (15 gols). Em ambos os lances, as goleiras conseguiram espalmar. Numa partida aberta, os gols saíram só no 2T, com as leoas abrindo o placar aos 11, com Amanda Leite pegando um rebote do próprio pênalti. As alvirrubras conseguiram o empate na reta final, aos 37, numa jogada bem trabalhada, com a meia Popó cruzando e Débora completando. O 1 x 1 levou a disputa às penalidades. Embora tenha perdido a primeira cobrança, o Náutico foi mais eficiente.

A goleira Keka pegou uma cobrança e Ana Grazy (revelação na zaga), Popó, Nadine (artilheira do PE) e Débora converteram, fazendo 4 x 2. O time dos Aflitos não conquistava o título estadual há 14 anos. Contra o Sport, a conquista não vinha há 15. Assim, quebrou dois tabus e festejou o 1º título feminino no estádio da Copa, justamente em 7 de abril. Parabéns às alvirrubras, que ergueram o “Troféu Garra da Mulher Pernambucana”. Ao todo, o torneio, que encerrou a temporada “2020” da FPF, teve apenas 17 jogos, com 93 gols e média de 5,47.

Time-base do Náutico
Keka; Jéssiva, Ana Grazy, Marcela Rodrigues e Adriele, Lauana, Evelyn, Ingrid e Popó; Amanda e Nadine. Técnico: Jeronson França.

Os títulos pernambucanos femininos*
8x – Vitória (2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2019)
7x – Sport (1999, 2000, 2007, 2008, 2009, 2017 e 2018)
3x – Náutico (2005, 2006 e 2020)
1x – Santa Cruz (2020)
* Não houve disputa entre 2001 e 2004; Santa e Vitória fizeram uma parceria em 2019

Classificação final do Estadual de 2020
1º) Náutico – 21 pontos (7V, 1E e 1D; 35 GP e 6 GC)
2º) Sport – 21 pontos (7V, 1E e 1D; 45 GP e 6 GC)
3º) Ferroviário – 6 pontos (2V, 0E e 4D; 11 GP e 33 GC)
4º) Íbis – 0 ponto (0V, 0E e 8D; 2 GP e 48 GC)

Os clássicos disputados no Estadual 2020 (e a audiência no streaming)
16/01 – Sport 2 x 3 Náutico, no Ademir Cunha (3,0 mil views)
07/03 – Náutico 0 x 2 Sport, nos Aflitos (2,8 mil views)
07/04 – Sport (2) 1 x 1 (4) Náutico, na Arena PE (17,3 mil views)

Participação garantida na 2ª divisão do Campeonato Brasileiro
O título estadual valeu uma benesse imediata ao Náutico, que deve ser o único representante do estado no Brasileiro de 2021. O time jogará a Série A2, prevista de 16 de maio a 5 de setembro, com 13 datas ao todo. Ao todo são 36 participantes, com 4 vagas em jogo. O regulamento é o mesmo do último ano, reunindo os 27 campeões estaduais, 4 clubes rebaixados da Série A1 e 5 clubes via ranking. A 1ª fase terá 6 grupos de 6 clubes na 1ª fase, avançando os 16 melhores para o mata-mata – os 2 melhores de cada grupo e o 4 melhores terceiros). Na última edição da segundona, o Náutico foi eliminado na 1ª fase, ficando em 6º (e último) lugar no Grupo C, com 1V, 1E e 5D.

Leia mais sobre o assunto
Com escudo especial, o 120º aniversário do Náutico; azul, com design remetendo ao 1º

Top 50: O Ranking Feminino da CBF tem 13 clubes do Nordeste em 2021; Náutico em 27º

Abaixo, assista à festa das alvirrubras após o título em São Lourenço da Mata.


Compartilhe!
  •  
  • 17
  •  
  •