Compartilhe!

Trecho do balanço do clube da Zona da Mata, que não atuou profissionalmente em 2019.

O Timbaúba Futebol Clube foi o primeiro time pernambucano a apresentar o balanço financeiro referente a 2019 – nos três anos anteriores o “pioneirismo” havia sido do Centro Limoeirense. O documento foi publicado no site da FPF, que reproduz todos os relatórios, em 20 de fevereiro de 2020, sendo bem sucinto. Tem apenas duas páginas.

Comparando 2019 com 2018, a receita representou apenas 10% da balanço anterior, caindo de R$ 126 mil para R$ 12,6 mil. A explicação está, literalmente, na falta de futebol. O objetivo do clube era seguir disputando a Série A2, mas acabou reprovado no processo de habilitação do Estadual, sobre a entrega de laudos técnicos e trâmites burocráticos – na verdade, 9 dos 17 clubes inscritos foram reprovados. Assim, o time da cidade homônima, a 100 quilômetros da capital, ficou restrito à organização interna e disputas amadoras na região – também não participou dos torneios de base da federação, ficando de fora do Sub 15, Sub 17 e Sub 20.

Em relação à receita, o Timbaúba conseguiu R$ 7,5 mil em doações, ou 59% do total, com o restante oriundo de patrocínios. Embora não tenha jogado, o clube gastou R$ 4,6 mil em taxas para a FPF e a CBF – ou 36% das despesas. Após duas temporadas apresentando receitas e despesas idênticas, desta vez o Timbaúba terminou no azul. No limite, mas terminou. Segundo o documento assinado pelo presidente Manoel Alexandre Amorim, o saldo foi de 57 centavos.

Receitas do Timbaúba
2017 – R$ 17.914 (19º em PE)
2018 – R$ 126.463 (10º em PE)
2019 – R$ 12.600

Despesas do Timbaúba
2017 – R$ 17.914 (20º em PE)
2018 – R$ 126.463 (11º em PE)
2019 – R$ 12.599,43

Timbaúba na Série A2 do Pernambucano
2017 – Não participou
2018 – 12º lugar
2019 – Reprovado no processo de habilitação

Nota do blog
Vale lembrar que todos os clubes profissionais do país precisam divulgar o balanço financeiro sobre 2019 até, no máximo 30 de abril. O blog continuará acompanhando a apresentação desses dados.

Leia mais sobre o assunto
O relatório financeiro do Timbaúba, com dados de janeiro a dezembro de 2019

O ranking de receita entre os balanços dos clubes pernambucanos em 2018


Compartilhe!