Compartilhe!

As quartas de final desta edição, com jogos únicos, todos programados para a Bahia.

A 8ª rodada da Copa do Nordeste de 2020 definiu o chaveamento da fase final. Ao todo, foram 63 jogos disputados (e 1 cancelado), com direito a quatro meses de paralisação antes da última rodada, devido à crise de saúde provocada pelo Coronavírus. Ao fim da fase classificatória, 8 classificados entre 16 competidores – 4 do grupo A e 4 do grupo B. Acima, o caminho de cada clube no mata-mata numo ao título da 17ª edição do torneio regional, com seis campeões ainda presentes.

As quartas de final e as semifinais serão realizadas em jogos únicos. Inicialmente, o mando de campo seria para os times com as melhores campanhas na fase de grupos, mas a situação excepcional acabou resultando numa disputa em sede única, com todos os jogos na Bahia e de portões fechados – também será assim na decisão, que segue programada em dois jogos.

Curiosidade – Após cotas diferenciadas na 1ª fase, de R$ 775 mil a R$ 2,2 milhões, os oito classificados receberam o mesmo valor, R$ 300 mil. Em caso de avanço à semi, mais R$ 375 mil.

Quartas de final (e as transmissões)
25/07 (16h00) – Fortaleza x Sport (Barradão), SBT (PE e CE), Youtube e Live FC
25/07 (16h00) – Ceará x Vitória (Pituaçu), SBT (BA) e Live FC
25/07 (18h30) – Confiança x Santa Cruz (Joia da Princesa), Live FC
25/07 (21h30) – Bahia x Botafogo-PB (Pituaçu), Fox e Live FC

Na sequência, semifinais nos dias 28 e 29 de julho e a final, em dois jogos, nos dias 1 e 4 de agosto.

Nº de quartas de final disputadas no período 2013-2020 (64 vagas)
7x – Ceará, Santa Cruz e Vitória
6x – Sport
5x – Bahia e Fortaleza
4x – Campinense e CRB
3x – Botafogo-PB
2x – ABC, América-RN, CSA e Salgueiro
1x – ASA, Confiança, Guarany, Itabaiana, Náutico, River, Sampaio Corrêa e Sergipe

Nº de semifinais disputadas no período 2013-2019 (28 vagas)
4x – Bahia, Ceará, Santa Cruz e Sport
2x – Campinense, Fortaleza e Vitória
1x – ABC, América-RN, ASA, Botafogo-PB, Náutico e Sampaio Corrêa

Pitaco para a semifinal regional em 2020: Fortaleza x Ceará e Bahia x Santa Cruz. E na sua opinião? A seguir, o histórico dos oito “finalistas” na era do mata-mata da copa, com a ordem a partir da classificação na fase principal desta edição, de grupo a grupo.

(1º no A) Fortaleza no Nordestão de 2013 a 2020
2013 – Semifinal (3º lugar)
2014 – não disputou
2015 – Quartas (5º lugar)
2016 – Quartas (8º lugar)
2017 – Fase de grupos (13º)
2018 – não disputou
2019 – Campeão
2020 – Quartas (a disputar, vs Sport)
Desempenho no mata-mata: 7 duelos, com 4 classificações (57,1%)
Histórico de G4 desde 1994: 1 título (2019) e 2 semifinais

(2º no A) Bahia no Nordestão de 2013 a 2020
2013 – Fase de grupos (10º lugar)
2014 – Fase de grupos (9º lugar)
2015 – Vice
2016 – Semifinal (3º lugar)
2017 – Campeão
2018 – Vice
2019 – Fase de grupos (9º)
2020 – Quartas (a disputar, vs Botafogo-PB)
Desempenho no mata-mata: 11 duelos, com 8 classificações (72,7%)
Histórico de G4 desde 1994: 3 títulos (2001, 2002 e 2017), 4 vices e 3 semifinais

(3º no A) Botafogo-PB no Nordestão de 2013 a 2020
2013 – não disputou
2014 – Fase de grupos (13º lugar)
2015 – Fase de grupos (20º lugar)
2016 – Fase de grupos (15º lugar)
2017 – Fase de grupos (17º lugar)
2018 – Quartas (8º lugar)
2019 – Vice
2020 – Quartas (a disputar, vs Bahia)
Desempenho no mata-mata: 4 duelos, com 2 classificações (50,0%)
Histórico de G4 desde 1994: 1 vice e 1 semifinal

(4º no A) Sport no Nordestão de 2013 a 2020
2013 – Quartas (7º lugar)
2014 – Campeão
2015 – Semifinal (4º lugar)
2016 – Semifinal (4º lugar)
2017 – Vice
2018 – não participou
2019 – não participou
2020 – Quartas (a disputar, vs Fortaleza)
Desempenho no mata-mata: 12 duelos, com 8 classificações (66,6%)
Histórico de G4 desde 1994: 3 títulos (1994, 2000 e 2014), 2 vices e 4 semifinais

(1º no A) Confiança no Nordestão de 2013 a 2020
2013 – Fase de grupos (9º lugar)
2014 – Fase de grupos (15º lugar)
2015 – Fase de grupos (16º lugar)
2016 – Fase de grupos (18º lugar)
2017 – não disputou
2018 – Fase de grupos (11º lugar)
2019 – Fase de grupos (12º lugar)
2020 – Quartas (a disputar, vs Santa Cruz)
Desempenho no mata-mata: estreante
Histórico de G4 desde 1994: nunca chegou à semifinal

(2º no B) Ceará no Nordestão de 2013 a 2020
2013 – Semifinal (4º lugar)
2014 – Final (vice)
2015 – Final (campeão)
2016 – Quartas (5º lugar)
2017 – não disputou
2018 – Semifinal (4º lugar)
2019 – Quartas (5º lugar)
2020 – Quartas (a disputar, vs Vitória)
Desempenho no mata-mata: 12 duelos, com 7 classificações (58,3%)
Histórico de G4 desde 1994: 1 título (2015), 1 vice e 3 semifinais

(3º no B) Vitória no Nordestão de 2013 a 2020
2013 – Quartas (5º lugar)
2014 – Quartas (7º lugar)
2015 – Semifinal (3º lugar)
2016 – não disputou
2017 – Semifinal (4º lugar)
2018 – Quartas (5º lugar)
2019 – Quartas (8º lugar)
2020 – Quartas (a disputar, vs Ceará)
Desempenho no mata-mata: 8 duelos, com 2 classificações (25,0%)
Histórico de G4 desde 1994: 4 títulos (1997, 1999, 2003 e 2010), 3 vices e 2 semifinais

(4º no B) Santa Cruz no Nordestão de 2013 a 2020
2013 – Quartas (6º lugar)
2014 – Semifinal (4º lugar)
2015 – não disputou
2016 – Final (campeão)
2017 – Semifinal (3º lugar)
2018 – Quartas (7º lugar)
2019 – Semifinal (4º lugar)
2019 – Quartas (a disputar, vs Confiança)
Desempenho no mata-mata: 11 duelos, com 6 classificações (54,5%)
Histórico de G4 desde 1994: 1 título (2016) e 4 semifinais

A análise do Podcast 45 Minutos sobre a fase decisiva da Lampions League de 2020:


Compartilhe!