Compartilhe!
  • 25
  •  
  •  
  •  

Definidos os confrontos do acesso à segundona de 2019, numa competição à parte, com a glória antes da taça. Após 18 rodadas, a classificação final da primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro de 2018 assegurou a presença todas as regiões do país na próxima fase: NE (3), SE (2), N (1), CO (1) e S (1). Nas quartas de final, o tradicional sistema de ida e volta, mas sem gol qualificado – em caso de igualdade nos pontos e no saldo, pênaltis.

Considerando o formato, haveria vantagem entre decidir em casa ou fora? No histórico da competição, com seis edições consecutivas neste formato, doze times alcançaram o acesso em seus domínios e outros doze festejaram longe de casa. Ah, o diagrama do mata-mata também já está formado, com o caminho até a decisão. No viés pernambucano, há a possibilidade de um Clássico das Emoções na semifinal. Neste caso, alvirrubros e tricolores já chegariam aliviados.

Em relação às datas, os jogos acontecem nos dois próximos fins de semana de agosto, nos dias 18/19 e 25/26. A CBF ainda irá detalhar as datas e horários de cada partida, além da transmissão na televisão, ainda em dúvida após o fim do Esporte Interativo – na última rodada, os jogos passaram ao vivo na CBF TV, o canal oficial da confederação no youtube.

Qual o maior favorito ao acesso? E o maior candidato à zebra?

Confrontos nas quartas de final (mata-mata do acesso)*
Náutico (1A) x Bragantino (4B)
Operário-PR (2B) x Santa Cruz (3A)
Atlético-AC (2A) x Cuiabá (3B)
Botafogo-SP (1B) x Botafogo-PB (4A)
* Os times à esquerda farão o segundo jogo em casa

Confronto do Náutico (histórico vs Braga: 16 jogos, com 5V, 6E e 5D)
O Bragantino é uma das principais forças do futebol do interior paulista, com um título estadual (1990) e um vice-campeonato brasileiro (1991). Nas divisões inferiores do campeonato nacional, o clube de Bragança Paulista (164 mil moradores, a 88 km da capital) conquistou a Série B em 1989 e a própria C em 2007. Ainda assim, historicamente não conta com grande apoio nas arquibancadas do Nabi Abi Chedi (ex-Marcelo Stéfani), hoje autorizado para receber até 17 mil pessoas

Confronto do Santa Cruz (duelo inédito)
O “Operário Ferroviário” vem sendo uma verdadeira montanha-russa. O clube de Ponta Grossa (344 mil moradores, a 103 km da capital) foi campeão estadual pela 1ª vez em 2015, após 14 vice-campeonatos ao longo dos anos. Porém, caiu no ano seguinte. Jogando a segundona paranaense, foi campeão brasileiro da Série D em 2017 e agora chega às quartas da Série C – no 1º semestre, subiu no cenário local. Apesar da cidade relevante no Paraná, o estádio tem apenas 8 mil lugares.

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, Celso Ishigami, João Andrade e Lucas Fitipaldi)

Abaixo, o histórico com todos os mata-matas da Série C de 2012 a 2017, além do desempenho dos estados em relação aos acessos conquistados nesta divisão nacional.

Acessos
4 – São Paulo
2 – Alagoas, Ceará, Pará, Goiás, Maranhão, Minas Gerais e Rio Grande do Sul
1 – Mato Grosso, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e Santa Catarina

Eliminações
5 – Rio de Janeiro
4 – Ceará e Minas Gerais
2 – Alagoas, Paraíba, São Paulo e Sergipe
1 – Mato Grosso, Pernambuco e Rio Grande do Sul

Mata-mata de 2012

Mata-mata de 2013

Mata-mata de 2014

Mata-mata de 2015

Mata-mata de 2016

Mata-mata de 2017


Compartilhe!
  • 25
  •  
  •  
  •