Compartilhe!

Até hoje foram 39 vitórias nordestinas no Velho Mundo. Texto e dados atualizados até 28/04/2020.

Em termos oficiais, os únicos jogos possíveis para os clubes brasileiros diante dos europeus ocorrem no Mundial de Clubes. À parte disso, apenas em amistosos. No passado, na era das excursões, era até comum. Com o inchaço no calendário do futebol, entretanto, tornou-se algo raro. Mas há história. E os times do Nordeste já obtiveram 59 vitórias em quase 170 jogos. A maioria lá.

Nesta produção, levantei os dados dos sete principais clubes, com o Ceará sendo o único sem vitória neste contexto, e também os resultados positivos de outros times na região. Na base da pesquisa, o site Futebol 80, o acervo de Carlos Celso Cordeiro e a colaboração de pesquisadores cearenses, Luca Laprovitera e Pedro Mapurunga. Em relação ao somatório geral, é possível que alguma vitória tenha ficado de fora, sobretudo em jogos realizados no Brasil por times à parte do G7 – cuja “liderança europeia” pertence ao Bahia, com 13 triunfos de vantagem.

Já em relação às partidas disputadas na Europa, foi possível levantar as viagens dos nordestinos. Considerando excursões com pelo menos três jogos contra clubes, foram oito viagens da região: Bahia (1957 e 1960), Vitória (1960 e 1997), Náutico (1953), Sport (1957), ABC (1973) e Santa Cruz (1988). O Santa, por exemplo, também excursionou em 1979, quando ganhou a Fita Azul, mas apenas os dois últimos jogos foram na Europa, um contra a seleção da Romênia, resultado não considerado aqui, e outro com o Paris Saint-Germain, 2 x 2.

Entre os times mais famosos já desafiados, nomes como Real Madrid, Milan, Bayern de Munique, Olympique de Marselha, Benfica, Chelsea, Porto e Hamburgo, só para ficar entre aqueles que conquistaram (antes ou depois dos confrontos) a Liga dos Campeões da Uefa.

A base para o comparativo
A ideia deste ranking regional, com um recorte tão específico, veio a partir de uma publicação do Esporte Interativo no Twitter, que citou os 12 clubes brasileiros com mais vitórias sobre times europeus. A lista foi composta pelos grandes de SP (4), RJ (4), MG (2) e RS (2). Os times de praxe em listas do tipo. Por isso, resolvi ampliar o cenário para o raio de interesse do blog.

Clubes brasileiros com mais vitórias sobre clubes europeus
1º) 114x – Santos (SP) e Vasco (RJ)
3º) 109x – Flamengo (RJ)
4º) 84x – Fluminense (RJ)
5º) 82x – Botafogo (RJ)
6º) 56x – Palmeiras (SP)
7º) 53x – São Paulo (SP)
8º) 52x – Grêmio (RJ)
9º) 49x – Atlético (MG) e Corinthians (SP)
11º) 40x – Cruzeiro (MG0
12º) 29x – Internacional (RS)

A seguir, o balanço nordestino. Pelo critério, apenas os jogos contra clubes – alguns bem desconhecidos, que valeram a checagem. Não foram considerados os jogos contra seleções nacionais e combinados locais no Velho Mundo. Na prática, quase todos os times que viajaram fizeram mais partidas no exterior, incluindo vitórias expressivas sobre equipes do tipo. O texto não tira o mérito desses resultados, claro, sendo apenas uma base de igualdade à lista acima.

O nº de vitórias dos principais clubes do NE diante de clubes europeus
21x – Bahia, BA (51 jogos, com 21V, 13E e 17D)
8x – Santa Cruz, PE (19 jogos, com 8V, 8E e 3D)
8x – Vitória, BA (24 jogos, com 8V, 5E e 11D)
6x – Náutico, PE (17 jogos, com 6V, 4E e 7D)
5x – ABC, RN (17 jogos; com 5V, 5E e 7D)
4x – Sport, PE (24 jogos, com 4V, 6E e 14D)
3x – Fortaleza, CE (4 jogos, com 3V, 0E e 1D)
1x – CRB, AL (2 jogos; com 1V, 0E e 1D)*
1x – Central, PE (2 jogos; com 1V, 1E e 0D)
1x – Porto, PE (1 jogo; com 1V, 0E e 0D)
1x – Vitória, PE (2 jogos; com 1V, 0E e 1D)
0x – Ceará, CE (3 jogos, com 0V, 3E e 0D)
0x – Sete de Setembro, PE (1 jogo, com 0V, 1E e 0D)
* Carece de dados gerais

Os 21 triunfos do Bahia (4 no Brasil e 17 no exterior)
21/04/1957 – Slovan Bratislava (SVK) 0 x 1 Bahia
28/04/1957 – Sparta Praga (CZE) 1 x 3 Bahia
13/05/1957 – Hessen Kassel (ALE) 1 x 5 Bahia
28/05/1957 – Alliance (DIN) 2 x 4 Bahia
30/05/1957 – Vejle (DIN) 1 x 5 Bahia
05/06/1957 – Torpedo Moscou (RUS) 1 x 2 Bahia
08/06/1957 – Zenit (RUS) 3 x 4 Bahia
11/06/1957 – Spartak Moscou (RUS) 3 x 4 Bahia
15/06/1957 – Kishinev (MDA) 0 x 1 Bahia
22/06/1957 – Kruschev (RUS) 1 x 2 Bahia
27/07/1957 – Bahia 4 x 1 Benfica (POR)
23/08/1960 – Beerschot (BEL) 0 x 1 Bahia
27/08/1960 – Admiral (RUS) 0 x 1 Bahia
14/09/1960 – Anderlecht (BEL) 0 x 2 Bahia
21/09/1960 – Standar de Liege (BEL) 0 x 2 Bahia
08/10/1960 – Viktoria Berlin (ALE) 0 x 2 Bahia
18/10/1960 – Bayern de Munique (ALE) 1 x 6 Bahia
28/10/1960 – Racing (FRA) 2 x 4 Bahia
19/01/1975 – Bahia 1 x 0 Zeljeznicar (BOS)
22/01/1985 – Bahia 3 x 0 Aarau (SUI)
16/01/2015 – Bahia 3 x 2 Shakhtar Donetsk (UCR)

Curiosidade sobre o Bahia: A segunda excursão começou em agosto de 1960, cinco meses após a conquista da Taça Brasil, com o clube viajando na condição de campeão nacional de um país que acabara de vencer a Copa do Mundo. E o tricolor atuou na Europa durante 79 dias! Lá, goleou o Bayern com hat-trick de Léo Briglia. Se o time alemão ainda viraria um potência, o Milan já era. Empate em 1 x 1.

As 8 vitórias do Santa Cruz (4 no Brasil e 4 na exterior)
15/05/1966 – Santa Cruz 2 x 1 Belenenses (POR)
22/01/1975 – Santa Cruz 2 x 1 Zeljeznicar (BOS)
15/08/1976 – Santa Cruz 2 x 0 Benfica (POR)
18/08/1988 – Freamunde (POR) 1 x 4 Santa Cruz
19/08/1988 – Penafiel (POR) 0 x 1 Santa Cruz
27/08/1988 – Juventude (POR) 0 x 4 Santa Cruz
28/08/1988 – Lusitano (POR) 0 x 3 Santa Cruz
30/05/2013 – Santa Cruz 2 x 0 Nacional (POR)

Curiosidade sobre o Santa: O duelo entre Santa e PSG, em 1979, é sempre lembrado por ter garantido a Fita Azul, encerrando uma viagem invicta. Porém, poucos sabem que os times se enfrentaram duas vezes naquele ano, com dois empates. Sendo 2 x 2 em 01/04, na França (o jogo lembrado), e 1 x 1 em 15/07, numa rápida viagem ao Gabão – na final do Torneio de Libreville, com triunfo francês nos pênaltis.

As 8 vitórias do Vitória (1 no Brasil e 7 no exterior)
23/08/1960 – Hospitalet (ESP) 2 x 4 Vitória
25/08/1960 – Gimnastic de Tarragona (ESP) 0 x 2 Vitória
03/09/1960 – Hertha Berlin (ALE) 1 x 3 Vitória
13/09/1960 – Motor Wismar (ALE) 0 x 2 Vitória
01/10/1960 – Fenerbahce (TUR) 1 x 2 Vitória
08/11/1960 – Motor Jena (ALE) 0 x 1 Vitória
27/05/1984 – Vitória 3 x 1 Kassel (ALE)
15/08/1997 – Valladolid (ESP) 0 x 1 Vitória

Curiosidade sobre o Vitória: A viagem em 1960 passou por Espanha, Alemanha (Orienta e Ocidental), Suíça, Bulgária, Turquia, Romênia, Polônia (onde “só” enfrentou a seleção nacional) e Bélgica. Em 1997, reforçado economicamente pela parceria com o banco Excel, o Vitória foi à Espanha, onde disputou um torneio curto. Na estreia, porém, perdeu do Real Madrid por 5 x 1.

As 6 vitórias do Náutico (1 no Brasil e 5 no exterior)
27/05/1953 – Olympique de Marselha (FRA) 1 x 3 Náutico
02/06/1953 – Angers (FRA) 1 x 2 Náutico
14/06/1953 – Hamburgo (ALE) 0 x 3 Náutico
24/06/1953 – Le Havre (FRA) 0 x 3 Náutico
28/06/1953 – Pirmasens (ALE) 1 x 3 Náutico
28/02/1996 – Náutico 3 x 0 Freienbach (SUI)

Curiosidade sobre o Náutico: A excursão em 1953 foi a primeira de um clube do Nordeste à Europa. E olhe que timbu já havia sido pioneiro em viagens internacionais ao jogar no Suriname, dois anos antes. Sobre o giro no velho continente, o desempenho começou logo com uma vitória sobre o Olympique, que já era um time tradicional – tinha 2 títulos franceses e 6 Copas da França.

As 5 vitórias do ABC (3 no Brasil e 2 no exterior)
29/08/1973 – Fenerbahce (TUR) 0 x 1 ABC
14/10/1973 – Zeljeznicar (BOS) 0 x 1 ABC
1998 – ABC 4 x 1 Breitenbach (SUI)
25/07/2001 – ABC 2 x 1 Acadêmica de Coimbra (POR)
23/05/2010 – ABC 4 x 1 AGOVV Apeldoorn (HOL)

Curiosidade sobre o ABC: Em 1973 o ABC passou mais de 100 dias excursionando na Europa e na África. E há um motivo para ter sido tanto tempo. O clube havia sido punido pela CBD (precursora da CBF), no Brasileiro de 1972, ficando sem poder jogar no Brasil por dois anos. Avançando no tempo, até 2010, vale destacar que a goleada sobre o AGOVV (uma sigla) foi o primeiro jogo internacional no Frasqueirão, o estádio do clube. Os outros resultados no país aconteceram no Machadão, que acabou demolido para dar lugar à Arena das Dunas.

As 4 vitórias do Sport (1 no Brasil e 3 no exterior)
27/07/1952 – Sport 2 x 1 Sporting (POR)
08/06/1957 – Rouen (FRA) 3 x 4 Sport
12/06/1963 – Mantova (ITA) 2 x 3 Sport*
19/06/1963 – Valenciennes (FRA) 0 x 3 Sport*
* Esses jogos aconteceram nos Estados Unidos

Curiosidade sobre o Sport: Durante a sua excursão, o Sport recebeu um convite do Real Madrid (!). Aceitou, claro. E o amistoso ficaria marcado por inaugurar o sistema de iluminação do Santiago Bernabéu, com 480 refletores. No primeiro jogo noturno do local, o leão chegou a deixar o placar em 3 x 3, aos 20 do 2º tempo, mas o Real, que era o atual campeão europeu, fez 5 x 3.

As 3 vitórias do Fortaleza (3 no Brasil)
03/02/1971 – Fortaleza 2 x 0 Sparta Praga (CZE)
23/11/1971 – Fortaleza 2 x 0 Dínamo de Bucareste (ROM)
16/02/2007 – Fortaleza 7 x 2 Blue Stars (SUI)

Curiosidade sobre o Fortaleza: Na contagem, chegou a existir uma dúvida sobre a goleada sobre o time suíço, em 2007. Se havia sido jogo-treino ou amistoso – só considerei de amistosos pra cima. A partida no PV aconteceu na véspera de um jogo pelo Cearense, sendo um preparatório (com súmula). Segundo reportagem do Diário do Nordeste, o clube considera a partida.

A vitória do CRB (1 no Brasil)
01/07/1975 – CRB 1 x 0 Porto (POR)

Curiosidade sobre o CRB: A vitória sobre o tradicional time do Porto ocorreu no Rei Pelé. O gol foi marcado por Roberval, aos 27 do 2º tempo. Hoje, conhecido como Roberval Davino. Ele mesmo, o técnico. Na época da partida ele tinha 21 anos.

A vitória da Desportiva Vitória-PE (1 no exterior)
1993 – Sion (SUI) 1 x 2 Vitória

A vitória do Porto de Caruaru (1 no Brasil)
1998 – Porto 3 x 1 Rio Ave (POR)

A vitória do Central (1 no Brasil)
2001 – Central 3 x 1 Rio Ave (POR)

Confira mais sobre o assunto
Vídeo: Qual foi o maior adversário estrangeiro da história do Nordeste?


Compartilhe!