Compartilhe!

Pitaco, palpite, chute etc. A hora de projetar a classificação é essa. Vale até sorteio…

O Campeonato Brasileiro de 2019 será a 14ª edição seguida com o mesmo formato, com pontos corridos e vinte participantes. Pelo 2º ano, o Nordeste terá a sua maior representatividade neste recorte, com quatro clubes. Bahia e Ceará, que permaneceram, e Fortaleza e CSA, que subiram – substituindo os rebaixados Sport e Vitória. A princípio, a meta é a mesma: seguir na elite.

Trata-se de uma competição com vários “subgrupos” de de objetivos. Lá no alto, o atual campeão, o Palmeiras é o favorito? Um dos. Começa dividindo o posto com Flamengo e Cruzeiro. Em relação às vagas internacionais, são nada menos que doze, sendo seis na Libertadores (do 1º ao 6º) e seis na Sul-Americana (do 7º ao 12º) – com a ordem das colocações mudando em caso de presença dos campeões da Copa do Brasil e das próprias copas da Conmebol. Ou seja, quase todo mundo mira uma vaguinha. Como de praxe, a briga contra o rebaixamento também é tema recorrente neste debate, até pelo número cada vez maior de “concorrentes reais”.

Esse debate, pautado na expectativa sobre o desempenho de cada clube nas 38 rodadas, costuma gerar projeções nos guias país afora, com veículos avaliando as chances de cada um em critérios distintos. Compilei quatro dessas listas: do portal Globoesporte, do canal ESPN, do jornal Lance! e do Podcast 45 Minutos, do qual faço parte. Em todos os casos, vários jornalistas opinaram, com a soma dos pitacos gerando versões sobre a classificação final.

Do quarteto nordestino, o Bahia é o time sob a maior expectativa, com possibilidade de Sula. Já o CSA é a única unanimidade, como lanterna. Por mais que os pitacos sejam feitos a partir dos momentos (e possibilidades técnicas) de cada time, vale pela resenha e pelo “print”.

Confira as listas e comente o que achou das projeções. Aproveite e faça a sua…

Globoesporte.com
O portal manteve o critério adotado desde 2016. Esta 4ª avaliação produzida pela equipe do GE conta com seis categorias: elenco (peso 3), momento (2), fator casa (2), finanças (2), foco (1) e retrospecto (1). Cada tópico recebe de 1 a 5 estrelas, com pontuação máxima de 55. Dos quatro representantes nordestinos, três se manteriam. Nesta lista, cairia só o CSA.

Classificação final
1º) Palmeiras, 51 pontos na avaliação
2º) Flamengo, 50
3º) Corinthians, 49
4º) Cruzeiro, 48
5º) Grêmio, 47
6º) São Paulo, 44
7º) Internacional, 42
7º) Santos, 42
9º) Athletico-PR, 40
10º) Atlético-MG, 38
11º) Bahia, 37
12º) Fluminense, 34
13º) Fortaleza, 31
14º) Vasco, 30
15º) Botafogo, 26
15º) Ceará, 26
17º) Avaí, 25
18º) Chapecoense, 23
18º) CSA, 23
18º) Goiás, 23

ESPN Brasil
A ESPN Brasil fez uma projeção, com os “favoritaços”, a partir das visões de 32 jornalistas do canal. Cada um teve que ranquear as colocações do campeão ao lanterna, com 20 pontos para o 1º, 19 para o 2º, 18 para o 3º e assim sucessivamente até o 20º, com apenas 1 ponto. Numa tabulação enorme, o Cruzeiro ficou à frente, com 592 dos 640 pontos possíveis (92,5%). O CSA foi o lanterna disparado, com apenas 41 pontos, ou 6,4% dos pontos possíveis. Ficou a 127 do primeiro time fora do Z4. Nesta lista, entre os nordestinos, o Ceará também cairia.

Classificação final
1º) Cruzeiro, 592 pontos na avaliação
2º) Flamengo, 588
3º) Palmeiras, 584
4º) Grêmio, 550
5º) Corinthians, 494
6º) São Paulo, 472
6º) Internacional, 472
8º) Santos, 427
9º) Athletico-PR, 408
10º) Atlético-MG, 339
11º) Fluminense, 317
12º) Bahia, 292
13º) Vasco, 237
14º) Fortaleza, 229
15º) Botafogo, 180
16º) Chapecoense, 168
17º) Ceará, 119
18º) Goiás, 110
19º) Avaí, 101
20º) CSA, 41

Lance!
Esta avaliação foi mais voltada para a disputa pelo título e pelas vagas na Libertadores, além da briga contra o rebaixamento, sem uma precisão tão grande em relação às colocações finais. Mais uma lista com o CSA e Ceará no Z4, com o time alagoano na lanterna. Bahia e Fortaleza seguem na zona intermediário da tabela.

Zona da Libertadores
1º) Flamengo, 38% dos votos
2º) Cruzeiro, 36%
3º) Palmeiras, 18%
4º) Grêmio
5º) Internacional
6º) Santos

Zona da Sul-Americana
7º) Fluminense
8º) Atlético-MG
9º) Corinthians
10º) São Paulo
11º) Athletico-PR
12º) Vasco

Permanência sem vaga internacional (13º a 16º)
Bahia, Botafogo, Chapecoense e Fortaleza

Zona de rebaixamento
17º) Goiás
18º) Ceará
19º) Avaí
20º) CSA

45 minutos
O podcast também fez a sua lista, sem detalhar a colocação exata de cada times. A abordagem foi sobre a formação de blocos de disputa, semelhante à projeção do Lance!. No nosso audioguia, existem três, com o primeiro naturalmente voltado para a disputa pelo título e pelo G6, com as vagas da Liberta. Em seguida, uma zona intermediária, que na verdade tem apenas um time, o Galo – pontuado pela incógnita no ano. Depois, a enorme briga contra o rebaixamento, com dez times, o chamado “Nervosão”. Abaixo, as divisões, sempre por ordem alfabética. Em relação ao Z10, internamente o CSA foi visto como virtual último colocado. A conferir.

Candidatos a título e/ou vaga na Libertadores
Athletico-PR, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos e São Paulo

Limbo (sem Liberta e sem risco de queda)
Atlético-MG

Z9 (meta inicial: “45 pontos”)
Avaí, Bahia, Botafogo, Ceará, Chapecoense, CSA, Fluminense, Fortaleza, Goiás e Vasco


Compartilhe!