Compartilhe!

Cesar Greco/Palmeiras

Liderando a competição há bastante tempo, o Palmeiras venceu o Vasco por 1 x 0, em São Januário, e confirmou a indiscutível conquista do título brasileiro de 2018, a uma rodada do fim, com o Fla como vice. O triunfo veio no embalo de uma invencibilidade de 22 partidas, a maior da história dos pontos corridos. Com o elenco recheado e Felipão sabendo a dosagem certa nas mudanças, o verdão estabeleceu um novo recorde no Campeonato Brasileiro.

O clube chegou ao “decacampeonato”, somando as conquistas da Taça Brasil (2), Torneio Roberto Gomes Pedrosa (2) e Série A (6). É o primeiro clube a chegar a dois dígitos de títulos brasileiros. Regularidade.

Vale lembrar que em 2010 a CBF unificou o Brasileirão aos extintos Robertão (1967-1970) e Taça Brasil (1959-1967), após o dossiê produzido por Odir Cunha. Portanto, considerando o período a partir de 1971, foi o sexto título, ficando a um do rival do Corinthians – que naturalmente “desdenha” dos demais troféus. E assim continuará, pois é o que resta diante de uma marca poderosa como a desta temporada, resultado de um investimento milionário. Abaixo, então, confira as listas em cada visão, incluindo o formato atual, com turno e returno.

Deca ou hexa? O fato é que a Sociedade Esportiva Palmeiras voltou a ganhar o campeonato brasileiro de de futebol novo, mais uma vez, novamente… Não cansa.

Maiores campeões brasileiros na era unificada (1959-2018) – 62 edições
10 – Palmeiras (1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973, 1993, 1994, 2016 e 2018)
8 – Santos (1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968, 2002 e 2004)
7 – Corinthians (1990, 1998, 1999, 2005, 2011, 2015 e 2017)
6 – São Paulo (1977, 1986, 1991, 2006, 2007 e 2008)
5 – Flamengo (1980, 1982, 1983, 1992 e 2009)
4 – Vasco (1974, 1989, 1997 e 2000)
4 – Fluminense (1970, 1984, 2010 e 2012)
4 – Cruzeiro (1966, 2003, 2013 e 2014)
3 – Internacional (1975, 1976 e 1979)
2 – Bahia (1959 e 1988)
2 – Botafogo (1968 e 1995)
2 – Grêmio (1981 e 1996)
1 – Atlético-MG (1971)
1 – Guarani (1978)
1 – Coritiba (1985)
1 – Sport (1987)
1 – Atlético-PR (2001)

Maiores campeões da Série A (1971-2018) – 48 edições
7 – Corinthians (1990, 1998, 1999, 2005, 2011, 2015 e 2017)
6 – São Paulo (1977, 1986, 1991, 2006, 2007 e 2008)
6 – Palmeiras (1972, 1973, 1993, 1994, 2016 e 2018)
5 – Flamengo (1980, 1982, 1983, 1992 e 2009)
4 – Vasco (1974, 1989, 1997 e 2000)
3 – Internacional (1975, 1976 e 1979)
3 – Fluminense (1984, 2010 e 2012)
3 – Cruzeiro (2003, 2013 e 2014)
2 – Grêmio (1981 e 1996)
2 – Santos (2002 e 2004)
1 – Atlético-MG (1971)
1 – Guarani (1978)
1 – Coritiba (1985)
1 – Sport (1987)
1 – Bahia (1988)
1 – Botafogo (1995)
1 – Atlético-PR (2001)

Maiores campeões nos pontos corridos (2003-2018) – 16 edições
4 – Corinthians (2005, 2011, 2015 e 2017)
3 – São Paulo (2006, 2007 e 2008)
3 – Cruzeiro (2003, 2013 e 2014)
2 – Fluminense (2010 e 2012)
2 – Palmeiras (2016 e 2018)
1 – Santos (2004)
1 – Flamengo (2009)

Pelo Palmeiras, o técnico Luiz Felipe Scolari tem 1 Libertadores (1999), 1 Brasileirão (2018) e 2 Copas do Brasil (1998 e 2012), entre outros. O gaúcho trabalha com taça…

Cesar Greco/Palmeiras


Compartilhe!