Compartilhe!
  • 101
  •  
  •  
  •  

Considerando as últimas ampliações, os estádios do Arruda, Aflitos e Ilha do Retiro chegaram aos respectivos formatos em 1982, 2002 e 2007. Entretanto, as bases de concreto já têm décadas, com uma manutenção complicada – muitas vezes por negligência dos clubes. De tempos em tempos, então, é preciso um mutirão para deixar os palcos dentro dos padrões aceitáveis (ou mínimos) para as principais competições nacionais.

Como exemplo, o estádio alvirrubro. Após cinco anos fechado, o local está passando por um amplo processo de modernização, incluindo uma nova modelagem estrutural nos degraus no setor de cadeiras. Arruda e Ilha, maiores, demandam um esforço grande na área interna, com banheiros, bares e corredores. Curiosamente, os três times iniciaram melhoras (paulatinas ou não) em 2018, incluindo novas pinturas, cuja mão de tinta por vezes engana bastante.

A escassez de recursos para obras do tipo costuma gerar parcerias pontuais, com publicidade em troca de materiais. Neste caso, os três principais clubes pernambucanos firmaram acordos com a Pamesa, uma indústria de cerâmica e porcelanato – que tem uma unidade no Cabo de Santo Agostinho. Abaixo, os registros das parcerias, anunciadas num intervalo de 4 dias.

Nos Aflitos (19.600 lugares em 2018, aberto em 1917)
A direção do Náutico firmou um acordo com a empresa já na reta final da obra de requalificação. A contribuição em produtos de revestimentos de cerâmica e porcelanato está voltada para a área interna do estádio. Segundo a empresa, em interação com o próprio clube, haverá a colocação de uma fachada no modelo ‘subway tiles’, inspirada no metrô de Londres.

Na Ilha do Retiro (30.000 lugares em 2018, aberta em 1937)
Ao todo, existem 36 banheiros embaixo das arquibancadas da Ilha, considerando todos os setores. A Pamesa começou a obra nos banheiros masculino e feminino das sociais e deve terminá-la até dezembro. Na parceria com o Sport, a empresa cedeu as cerâmicas para os banheiros. Porém, a fábrica também vai ceder um piso antiderrapante para ser instalado na pista ao redor do gramado – aí, só após a 38ª rodada do Campeonato Brasileiro.

No Arruda (55.582 lugares em 2018, aberto em 1943)
O Santa Cruz foi o primeiro clube da capital a anunciar a parceria, em 19/07. No caso, a Pamesa vai ajudar na requalificação dos banheiros do Mundão, da sala de imprensa e da fachada, através do fornecimento de materiais para as obras. A empresa ainda será a responsável pela pintura do novo layout do estádio. Antes disso, a direção do clube fará uma enquete junto à torcida com duas opções de desenho. A parceria deve durar até 2019.


Compartilhe!
  • 101
  •  
  •  
  •