Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Andrei Torres/ABC FC

O Santa Cruz foi o único invicto na fase de grupos do Nordestão. Pelo grupo A, avançou na liderança com 3 vitórias e 3 empates. Após 34 dias desde então, numa falha de calendário do torneio, finalmente voltou à disputa. E acabou derrotado no primeiro jogo das quartas de final, contra o ABC – curiosamente, o mesmo adversário de três dias atrás, pela terceirona.

Em Natal, num jogo de pouquíssima rotação, com cara de amistoso, o tricolor foi mal, voltando a sofrer com a falta de criatividade, embora desta vez o meia Carlinhos Paraíba tenha atuado. Sequer atuou nos contragolpes, com Robert isolado e Robinho como escape.

No 1T, o campeão potiguar teve 52% de posse e jogou bastante no campo ofensivo, explorando as laterais. No scout, o dado de finalizações mostra a fluidez de apenas um lado. Nada menos que 8 x 0 para o ABC. Pois é. Se as primeiras não assustaram o goleiro Machowski, a última antes do intervalo foi decisiva, com o centroavante Leandrão escorando de cabeça um cruzamento da ponta de direita.

No 2T, PC Gusmão tirou Robinho e colocou Mailton. Numa equipe travada, só Robinho tentava a infiltração, mas a escolha foi conservadora. Mas, frise-se, o Santa passou a finalizar, com 8 x 3 após o intervalo, apesar da má qualidade nas conclusões. A maior chance foi numa bola cruzada para Robert. O lance foi parecidíssimo com o do gol do ABC, mas o tricolor errou a cabeçada, com o revés por 1 x 0 decretado. A volta será em 22 de maio, no Arruda. Até lá, o time precisa se acertar também na Série C, para que o foco no regional seja maior.

Histórico de ABC x Santa Cruz (todos os mandos)
52 jogos
26 vitórias tricolores (50,0%)
10 empates (19,2%)
16 vitórias potiguares (30,7%)

A análise do Podcast 45 Minutos (Cassio Zirpoli, Fred Figueiroa e João de Andrade Neto):

Andrei Torres/ABC FC


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •