Compartilhe!

Fifa/Getty Images

Em São Petersburgo, diante de 64.468 torcedores, a Rússia venceu mais uma partida e praticamente se garantiu nas oitavas de final da Copa do Mundo. O anfitrião venceu o Egito por 3 x 1, com todos os gols anotados na etapa complementar. À parte do tento de Cheryshev, que chegou a três e igualou-se a CR7, e do pênalti convertido por Mohamed Salah, enfim estreando, o que me chamou a atenção foi o primeiro gol da partida. Contra.

Logo aos dois minutos, após um corte mal feito do goleiro e um chute despretensioso de fora da área, o capitão Fathi desviou para as próprias redes. Mais um gol contra ajudando a decidir um jogo neste Mundial

Foi o 5º gol deste tipo e em todos os casos a seleção acabou derrotada. Quase 1/3 dos jogos tiveram gols contra até aqui, num ‘desempenho’ curioso. Restando 47 jogos, basta sair mais um para que esta edição iguale o recorde estabelecido há vinte anos, na França.

Os gols contra no Mundial 2018
1º) Bouhaddouz, marroquino (Irã 1 x 0 Marrocos)
2º) Behich, australiano (França 2 x 1 Austrália)
3º) Etebo, nigeriano (Croácia 2 x 0 Nigéria)
4º) Cionek, polonês (Senegal 2 x 1 Polônia)
5º) Fathi, egípcio (Rússia 3 x 1 Egito)

Os Mundiais com mais gols contra
6 gols – 1998
5 gols – 2014 e 2018*
4 gols – 1954 e 2006
3 gols – 1974, 1978 e 2002
2 gols – 1938, 1966, 1986 e 2010
1 gol – 1930, 1950, 1970, 1982 e 1994
Zero – 1934, 1958, 1962 e 1990
* Em apenas 17 jogos

Seleções que fizeram mais gols contra (46, até 19/06)
3 gols – Bulgária, Espanha e México
2 gols – Austrália, Coreia do Sul, Holanda, Iugoslávia, Marrocos, Nigéria e Portugal
1 gol – África do Sul, Alemanha, Argentina, Bósnia, Brasil, Colômbia, Dinamarca, Egito, Escócia, EUA, Gana, Honduras, Hungria, Inglaterra, Irã, Itália, Paraguai, Polônia, Suécia, Suíça, Tchecoslováquia, Trinidad e Tobago e Uruguai

Fifa/Getty Images


Compartilhe!