Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

William Alves marcou 2 vezes, os seus primeiros gols ems 2021. Foto: Rafael Melo/Santa Cruz.

Voltando as atenções para o Campeonato Pernambucano, o Santa Cruz goleou o Vera Cruz por 4 x 1 e se manteve no pelotão de cima do turno, com 2V e 2E. O placar elástico, com ótimo desempenho de Chiquinho, que deu três assistências e fechou o placar, passa a imagem óbvia de um resultado seguro, até pela campanha do time de Vitória de Santo Antão, o lanterna. No entanto, acredite, não foi bem assim.

O time do interior deu trabalho nos três jogos contra os grandes, embora tenha perdido todas as vezes. Abriu o placar contra o Sport e buscou o empate contra Náutico e Santa. No Arruda, valendo pela 5ª rodada, o mandante marcou logo cedo, com o zagueiro William Alves escorando o escanteio cobrado por Chiquinho aos 13 minutos. Parecia o lance inicial para o roteiro prévio, mas o visitante botou a bola no chão e conseguiu chegar à meta do time de Brigatti, armado com três volantes (era pra tanto?).

Ainda no 1T, mandou duas bolas na trave, com Vitinho. No primeiro lance, num chute de fora da área, a bola quicou depois da linha, mas o bandeirinha não assinalou gol. Quanto ao Santa, lentidão e falta de criatividade. No 2T, o time coral voltou com mais volume de jogo, mas ainda dando bastante espaço, até o merecido empate efetivamente sair, aos 26, com Vitor Leão.

A igualdade permaneceu até o finzinho, quando o Santa destravou. Balançou as redes aos 38 (William Alves), 41 (Eduardo) e 49 (Chiquinho). Um jogo empatado até os 38 minutos definitivamente não é uma situação segura. Mas, de todo modo, o Santa venceu e segue fazendo uma campanha estável no Estadual, firme na briga por um lugar direto na semifinal.

Curiosidade histórica
Este confronto não acontecia desde 2010, quando o Santa também goleou por 4 x 1, no Carneirão, o estádio municipal de Vitória de Santo Antão, hoje interditado. Já a única vitória do Vera Cruz foi em 2007, por 3 x 0. Desde então, 10 jogos de invencibilidade para o time da capital, com 8V e 2E.

Escalação do Santa Cruz (melhores: William Alves e Chiquinho; pior: Marcel)
Jodan; Augusto Potiguar, William Alves, Célio Santos e Alan Cardoso; Derley, Karl (Marcel e depois Eduardo), Caetano e Chiquinho; Madson, Pipico (Marcos Vinicius). Técnico: João Brigatti

Escalação do Vera Cruz (melhor: Vitinho; piores: Ruan e Pedro Maycon)
Igor; Léo Cotia, Matheus Serra, Ruan e Vitor Leão (Manteiga); Ramires, Vitinho e Daniel Santos; Edson Bala, Romarinho e Pedro Maycon (Brendo). Técnico: Edson Miolo

Histórico geral de Santa Cruz x Vera Cruz (todos os mandos)
14 jogos
11 vitórias do Santa (78,5%)
2 empates (14,2%)
1 vitória do Vera (7,1%)

A análise do Podcast 45 Minutos (Celso Ishigami e Filipe Assis; do minuto 25 ao 42):


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •