Compartilhe!

Toty comemora o gol no apagar das luzes no Arruda. Valeu demais. Foto: Rafael Melo/Santa Cruz.

O Santa Cruz caminhava para o 4º jogo seguido sem balançar as redes na Copa do Nordeste. Era uma atuação tecnicamente fraca, com algumas vaias no intervalo e mais vaias já na reta final. Em campo, mesmo com a limitação imposta a partir de uma escalação mista adotada por Itamar Schulle, o tricolor lutou bastante, até o último lance. Literalmente.

Na última bola do jogo, aos 49 minutos, Toty foi lançado na direita, conseguiu ganhar do marcador e bateu mesmo sem um ângulo favorável. Chute rasteiro, no cantinho, suficiente para definir o placar de 1 x 0 sobre o ABC, nesta abertura da 4ª rodada, já recolocando o clube pernambucano na briga por uma vaga no G4 do grupo B – agora com 4 pontos em 12 disputados.

O resultado acontece 48 horas após a decisão questionável do treinador coral, que colocou o time principal diante do Salgueiro, também no Mundão. No Estadual, o time já tinha gordura – e até ampliou, pois segue com 100%, com 4 vitórias em 4 jogos. Dificilmente aquela equipe se repetiria dois dias depois. E não aconteceu, com alguns nomes de fora, como Pipico. Na lateral, precisou improvisar um lateral-direito no lado esquerdo. Durante o jogo, foi acionando peças da base, como Felipe Cabeleira, destaque na Copa São Paulo e que entrou bem.

Ainda assim, com tamanho risco na estratégia, deu certo. A vitória injeta confiança no regional, até porque o time, que começou a rodada em última, será mandante na próxima rodada, diante do Frei Paulistano, num nível dificuldade menor daquele enfrentado até agora. Independentemente da formação, o Santa buscou e mereceu o resultado.

Escalação do Santa Cruz (melhores: 1 Toty, 2 Felipe Cabeleira; pior: Júnior)
Maycon Cleiton; Toty, William Alves, Danny Morais e Júnior; Bileu (Felipe Cabeleira, 40/2T), João Cardoso (Tinga, 26/2T), Lucas Gonçalves (André, intervalo) e Jeremias; Didira e Mayco Felix. Técnico: Itamar Schulle

Escalação do ABC (melhor: Jailson; pior: Berguinho)
Rafael; Pedro Costa, Joécio, Vinícius Leandro e Felipe Manoel (Vinícius Paulista, 30/2T); Marlon, Cedric e Jailson; Berguinho (Núbio Flávio, intervalo), João Paulo (Júnior Maranhão, 20/2T) e Igor Goularte. Técnico: Francisco Diá

Histórico geral de Santa Cruz x ABC (todos os mandos)
60 jogos
31 vitórias tricolores (51,6%)
11 empates (18,3%)
18 vitórias potiguares (30,0%)

A análise do Podcast 45 Minutos (Diego Borges, Fred Figueiroa e João de Andrade):

Abaixo, assista aos melhores momentos da partida, num vídeo do perfil da Copa do Nordeste.


Compartilhe!