Compartilhe!

O tricolor tem 72,7% de aproveitamento dos pontos disputados. Foto: Rafael Melo/Santa Cruz.

O Santa Cruz jogou seriamente desfalcado no gol, mas ainda assim arrancou a vitória em Campina Grande, disparando na liderança do Grupo A da Série C. Foi o 3º triunfo seguido do tricolor, alimentando a sequência invicta no Brasileiro para seis rodadas, com 4V e 2E. Para alcançar o resultado de 1 x 0 diante do Treze, dentro do Amigão, o time pernambucano precisou contornar um “desfalque duplo” embaixo da trave.

Na véspera da partida, o clube informou que o goleiro Maycon Cleyton havia testado positivo para Covid-19 – no ano, Maycon tem 33 jogos e 21 gols sofridos, sendo de longe a principal revelação coral. Foi o mesmo quadro clínico do goleiro reserva, Luiz Fernando, que também precisou ser afastado do elenco para seguir o protocolo. Desta forma, o Santa foi a campo com Jordan, contratado para o time Sub 23, cuja estreia no Campeonato Brasileiro de aspirantes seria neste mesmo fim de semana.

Em campo, um jogo mais pegado, com poucas finalizações. Foram apenas 14, com 8 x 6 a favor do mandante. Preciso, o Santa marcou com Lourenço aos 10/2T, escorando uma falta cobrada por Didira. Foi a 6ª assistência do meia na temporada, que também já fez 4 gols – ou seja, 10 gols com participação direta. Bastou para o tricolor, que ainda sente a falta de Chiquinho no setor – ao menos Paulinho foi acionado na segunda etapa, dando mais consistência. Batalhado, o jogo na PB teve 26 faltas ao todo, sendo 14 x 12 para o Treze – é verdade que o visitante escapou de um pênalti cometido por Jordan, que não foi assinalado.

Tendo 7V, 3E e 1D, o time pernambucano chegou a 24 pontos, hoje com 11 pontos à frente do 5º lugar, o primeiro time fora da zona de classificação – a rodada será encerrada só na segunda-feira. A título de comparação, neste mesmo recorte, os corais fizeram 14 pontos em 2018 (6º) e 16 pontos em 2019 (5º). A campanha atual já é muito melhor. Candidato real.

Santa Cruz em 11 rodadas na Série C de 2020
Mandante (5 jogos, 13 pts e 86.6%): 4V, 1E e 0D
Visitante (6 jogos, 11 pts e 61.1%): 3V, 2E e 1D

Escalação do Treze
Andrey; Gustavo (Ermínio), Ítalo, Nilson e Gilmar; Robson (Maycon), Barba, Frontini (Murici), Douglas (Bruno Mota) e Douglas Lima (Paixão); Gilvan. Técnico: Márcio Fernandes

Escalação do Santa Cruz (melhores: Didira e Lourenço; pior: Peri)
Jordan; Toty, Danny Morais, Célio Santos e Peri; André, Bileu e Didira (Tinga); Lourenço (Jáderson), Leonan (Paulinho) e Pipico (Caio Mancha). Técnico: Marcelo Martelotte

Histórico de Treze x Santa Cruz (todos os mandos)
93 jogos
43 vitórias pernambucanas (46,2%)
25 empates (26,8%)
25 vitórias paraibanas (26,8%)

A análise do Podcast 45 Minutos (Clauber Santana, Diego Borges e João de Andrade):


Compartilhe!