Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Obs. Não pude assistir ao jogo. Aqui, trato o contexto. Foto: Rafael Melo/Santa Cruz.

O Santa Cruz vai caminhando para fazer uma das campanhas mais vexatórias de sua história. O risco de rebaixamento à Série D é gigantesco, com o time a oito pontos do primeiro fora da zona, o Floresta, faltando oito rodadas – ou seja, precisa de três jogos só para sair. Um cenário a partir de um desempenho inofensivo, com apenas 3 pontos em 30 disputados. O aproveitamento de 10% é um dos piores já vistos na terceirona.

E o time coral, apesar das contratações, já passando de 40 nomes na temporada, não reage de fato. Diante do Manaus, o tricolor contou com as estreias os atacantes Lelê e Bruno Moraes, com passagens mais exitosas no Arruda. Apesar da disposição, outro revés, com o campeão amazonense fazendo 2 x 1 no Recife. Ou seja, o Santa tem 0V, 3E e 7D no Grupo A, sendo cinco derrotas seguidas. Somando com outros torneios, o jejum de vitórias já passa de três meses, com 13 jogos ao todo – no Arruda, especificamente, o tabu vai chegar a quatro meses (a última foi em 7 de abril, diante do Vera Cruz).

Qualquer conta sobre a possibilidade de evitar uma nova queda passa por um mínimo de resultado. Infelizmente, esta formação do Santa não vem conseguindo isso. E não é de hoje.

Obs. A pior campanha na história da Série C neste formato com grupos de dez times, já com dez anos seguidos, foi a do Imperatriz, com apenas 1 ponto em 18 rodadas em 2020. Imbatível.

Santa Cruz em 10 rodadas na Série C de 2021
Mandante (5 jogos, 2 pts e 13.3%): 0V, 2E e 3D
Visitante (5 jogos, 1 pt e 6.6%): 0V, 1E e 4D

Escalação do Santa Cruz
Jordan; Weriton, Rafael Castro, Breno Calixto e Leonan; Vitinho (Pipico), Tarcísio e Rondinelly (João Cardoso); Elias Carioca (Rone) (Frank), Lelê (Madson) e Bruno Moraes. Técnico: Roberto Fernandes

Escalação do Manaus
Gleibson; Edvan, Luis Fernando, Marcelo Augusto e Dudu Mandai; Guilherme Amorim (Vinícius Barba), Gilson e Gabriel Davis (Diego Rosa); Anderson Paraíba (Douglas Lima), Denilson (Allan Dias) e Rafhael Lucas (Vitinho). Técnico: Evaristo Piza.

Os quatro confrontos na história, todos na Série C (3V do Manaus e 1E)
1º) 19/09/2020 – Manaus 0 x 0 Santa Cruz (Arena da Amazônia)
2º) 21/11/2020 – Santa Cruz 1 x 2 Manaus (Arruda)
3º) 30/05/2021 – Manaus 2 x 0 Santa Cruz (Arena da Amazônia)
4º) 01/08/2021 – Santa Cruz 1 x 2 Manaus (Arruda)

Leia a reportagem no site NE45
Com estreias e várias mudanças, Santa Cruz perde do Manaus no Arruda

A análise do Podcast 45 Minutos sobre a partida (do tempo 0h01 até 0h58):


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •