Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

A pintura do ônibus oficial do Serrano em 2019: alegria e ousadia. Foto: Serrano/Instagram.

Dos 14 clubes confirmados na Série A2 do PE, apenas um não poderá utilizar o seu campo de fato em 2021. Como o estádio municipal de Serra Talhada não foi liberado pela FPF, o Serrano será mandante em Afogados da Ingazeira, também no Sertão, mas a 83 quilômetros de distância. Em vez do Nildo Pereira, o time aurinegro utilizará o Vianão a partir de setembro.

Após dois anos disputando apenas torneios estaduais de base, o Serrano volta ao cenário profissional tendo que encarar 2.392 quilômetros de rodovias federais e estaduais para disputar os seis jogos da primeira fase. Nenhum deles em Serra Talhada, localizada a 415 km da capital pernambucana. É um desgaste além da conta para o time, sem dúvida um adversário na briga pelo acesso.

Curiosamente, Serra Talhada é uma das poucas cidades do interior com rotas aéreas comerciais. Inaugurado em 2017, o Aeroporto Regional do Pajeú passou a operar voos diários para o Recife em novembro de 2020, em aviões de menor porte. A pista, contudo, também recebe jatinhos fretados em caráter especial – por empresários, artistas, políticos, estrelas etc. Obviamente, esse é um custo fora da realidade da 2ª divisão local, ou mesmo da 1ª.

A seguir, tabela do Serrano na primeira fase da Série A2 do Pernambucano. A quilometragem corresponde à soma da ida e da volta partindo de Serra Talhada, incluindo os jogos “em casa”, que serão em Afogados. No caso, o voo será rasteiro, sem drible.

As viagens do Serrano na primeira fase da A2*
1ª rodada – 166 km vs Ypiranga (mandante)
2ª rodada – 400 km vs Pesqueira (visitante)
3ª rodada – 166 km vs Petrolina (mandante)
4ª rodada – 668 km vs 1º de Maio (visitante)
5ª rodada – 166 km vs Caruaru City (mandante)
7ª rodada – 826 km vs Barreiros (visitante)
* O time folga na 6ª rodada

As distâncias terrestres do Recife para as cidades envolvidas na Série A2:
Afogados da Ingazeira (377 km): Serrano
Barreiros (111 km): Barreiros
Cabo de Santo Agostinho (35 km): Cabense e Ferroviário
Carpina (58 km): Atlético
Caruaru (139 km): Caruaru City
Ipojuca (52 km): Ipojuca
Limoeiro (77 km): Centro Limoeirense
Paulista (17 km): América e Íbis
Pesqueira (215 km): Pesqueira
Petrolina (714 km): 1º de Maio e Petrolina
Santa Cruz do Capibaribe (189 km): Ypiranga

Com o Serrano, o município sertanejo de 87 mil habitantes tenta voltar à elite do futebol pernambucano após cinco anos. Até hoje, Serra Talhada já contou com quatro representantes diferentes, totalizando 20 participações na era profissional. A melhor delas foi justamente com o Serrano, que ficou em 4º lugar na edição de 2005, no embalo do atacante Jessuí, o “chuteira-fone”. Ao todo, o “jumento de aço” disputou 116 jogos na Série A1, com 34V, 34E e 48D.

Participações da cidade Serra Talhada na Série A1 do PE:
6x – Serrano (2004-2009)
6x – Serra Talhada (2012-2017)
5x – Ferroviário (1998-2002)
3x – Comercial (1980-1982)

Por fim, o balanço financeiro do Serrano na última temporada. Totalmente zerado.

Leia mais sobre o assunto
Com 60 jogos, a tabela da Série A2 do Pernambucano tem horário único: 15h

O ranking de pontos do Campeonato Pernambucano, com 66 clubes de 1915 a 2021


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •