Compartilhe!

A Ilha do Retiro após a disputa de pênaltis, durante a transmissão da Globo Nordeste.

Diante de 27 mil torcedores, o Sport venceu o Náutico nos pênaltis e conquistou o 42º título estadual. Na decisão, a Ilha do Retiro registrou uma bilheteria de R$ 940 mil, a segunda maior da história do estádio – ficou a apenas R$ 6 mil do recorde, Sport 1 x 0 Palmeiras, pelas oitavas da Taça Libertadores, há dez anos. O apurado no jogo de volta da final de 2019 foi superior às sete rendas anteriores do leão na competição.

Com este borderô, o rubro-negro consolidou a maior média de público e renda no Estadual, pela 2ª vez em 3 anos. Na arquibancada, foi o único clube a terminar com índice acima de 10 mil pessoas, incluindo os dois maiores públicos, já acima de 20 mil. Em 54 jogos, aliás, foram apenas 6 (11%) acima de 10 mil. Frustrante.

Mesmo assim, ainda há um outro “vencedor” no campeonato em termos de finanças. No caso, a federação pernambucana, que abocanhou R$ 296.710, dado superior a 6 dos 10 participantes. Graças à taxa de 8% sobre todas as rendas brutas – regra estatutária definida pela própria FPF. A seguir, os números finais, com o blog considerando o público total (pagantes + não pagantes) e a renda bruta, ranqueando os dez times a cada rodada.

Os 10 maiores público do Estadual
1º) 27.017 – Sport x Náutico (Ilha do Retiro, 21/04 – final)
2º) 22.117 – Sport 3 x 1 Salgueiro (Ilha do Retiro, 07/04 – semifinal)
3º) 16.483 – Santa Cruz 1 x 0 Sport (Arruda, 17/02 – 6ª rodada)
4º) 14.211 – Náutico 0 x 1 Sport (Aflitos, 14/04 – final)
5º) 13.003 – Sport 4 x 0 Petrolina (Ilha do Retiro, 24/03 – quartas)
6º) 11.962 – Náutico 2 x 0 Afogados (Aflitos, 03/04 – semifinal)
7º) 8.332 – Sport 3 x 1 Náutico (Ilha do Retiro, 27/01 – 3ª rodada)
8º) 7.287 – Sport 2 x 3 Flamengo (Ilha do Retiro, 19/01 – 1ª rodada)
9º) 5.899 – Náutico 0 x 0 Santa Cruz (Aflitos, 17/03 – 9ª rodada)
10º) 5.696 – Central 1 x 2 Sport (Lacerdão, 17/03 – 9ª rodada)

Balanço geral – 53 partidas*
Público total: 202.966
Média: 3.829 pessoas
Arrecadação total: R$ 3.708.876
Média: R$ 69.978
* Ainda houve um jogo de portões fechados (América 0 x 1 Náutico, na 8ª rodada)

A seguir, a disputa de público envolvendo o trio de ferro desde 2005 – o período levantado pelo blog. É a 3ª edição que o leão termina à frente nesta década. Sem surpresa, nos anos em que levantou a taça. Caso esteja num celular, o gráfico fica melhor com a tela na horizontal.

Agora, a evolução da média de público do Campeonato Pernambucano desde 1990, quando a FPF passou a contabilizar o dado oficialmente. É o segundo ano seguido com evolução, embora tenha sido bem tímida, com a competição na casa de 3 mil espectadores. Um dado bem abaixo com a era subsidiada pelo governo do estado, entre 1998 e 2015.


Compartilhe!