Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

A bola que definiu a 10ª vitória do Fortaleza na Série A. Foto: Paulo Paiva/AGIF, via CBF.

Num duelo nordestino de opostos na tabela, com o mandante no Z4 e o visitante no G4, acabou dando a lógica na Arena Pernambuco, apesar do roteiro magro, como no turno. Com ótimo conjunto e controle de bola, o Fortaleza marcou num escanteio ainda no 1T, com Benevenuto se aproveitando de uma defesa estática, e venceu o Sport por 1 x 0. O leão cearense, que voltou a ganhar após seis rodadas, subiu para a 3ª colocação do Brasileirão, enquanto o leão pernambucano segue afundado na penúltima posição. O time cearense já tem mais que o dobro de pontos, 36 x 17.

Afinal, um time compete, o outro não. Em 19 edições na era dos pontos corridos, nunca um participante havia passado tanto tempo sem balançar as redes. Até este Sport de 2021, quase um passageiro neste campeonato, só acompanhando a tabela, dura e implacável com erros de planejamento. O leão pernambucano chegou a 722 minutos de jejum no ataque. Vai completar dois meses desde a última bola na rede, em 1º de agosto, em Salvador. Desde aquela cabeçada de Mikael contra o Bahia (lembra?), foram mais 2 minutos naquela partida e outros oito jogos completos na sequência, todos em branco. Pode buscar qualquer campanha vexatória desde 2003. Ao menos um gol esses times fizeram neste recorte.

Atualizando os números desta seca, ainda vigente, Sport finalizou 104 vezes no período, com média de 13,0 por jogo (foram 18 contra o tricolor de Vojvoda). Na barra foram 31 arremates, ou 29,8% das tentativas, com média de 3,8 por jogo (foram 5 nesta última apresentação). A sequência já teve adversários de todos os tipos, do atual campeão ao lanterna. Mesmo assim, o mesmo desempenho sempre. E os adversários neste recorte? Foram 121 finalizações, entre certas e erradas, com média pouco melhor, de 15,1 tentativas. Porém, com mais precisão, tendo 41 chutes certos, ou 33,8%. Além do fator principal: 8 lances foram convertidos em gol.

Pois é, haja diferença. E nem é por falta de peças no ataque. Neste domingo jogaram André (um centroavante que parou de chutar, tomando decisões erradas em sequência), Moccelin, Everaldo, Mikael, Gustavo, Everton Felipe e Hernanes, além de Juba e Ewerthon, laterais adiantados. Felipe Alves ainda trabalhou no 1T, com cinco chutes num recorte de 15 minutos até o gol sofrido, aos 32 minutos. Depois, o Sport acusou o golpe. Natural para tamanha pressão e falta de conjunto de um elenco com 8 gols em 22 rodadas. Duelo de opostos…

Sport em 22 rodadas na Série A de 2021
Mandante (11 jogos, 7 pts e 21.2%): 1V, 4E e 6D
Visitante (11 jogos, 10 pts e 30.3%): 2V, 4E e 5D

A comparação da campanha com as permanências do leão na Série A após 22 jogos
1º) 2014 – 32 pontos (9V, 5E e 8D; 8º lugar)
2º) 2015 – 32 pontos (7V, 11E e 4D; 10º lugar)
3º) 2007 – 31 pontos (9V, 4E e 9D; 9º lugar)
4º) 2008 – 29 pontos (8V, 5E e 9D; 10º lugar)
4º) 2017 – 29 pontos (8V, 5E e 9D; 11º lugar)
6º) 2016 – 27 pontos (7V, 6E e 9D; 13º lugar)
7º) 2020 – 25 pontos (7V, 4E e 11D; 16º lugar)
8º) 2021 – 17 pontos (3V, 8E e 11D; 19º lugar)

Escalação do Sport (piores: André, Hayner e Marcão)
Mailson; Hayner (Ewerthon, 18/2T), Pedro Henrique, Sabino e Sander (Luciano Juba, 15/2T); Marcão, Zé Welison e Hernanes (Everton Felipe, 32/2T); Everaldo (Mikael, 15/2T), André e Paulinho Moccelin (Gustavo, intervalo). Técnico: Gustavo Florentín

Escalação do Fortaleza (melhores: Felipe Alves, Benevenuto e Éderson)
Felipe Alves; Tinga, Benevenuto e Titi; Éderson, Felipe (Matheus Jussa, 36/2T), Lucas Lima (Ronald, 17/2T), Lucas Crispim e Yago Pikachu; Robson (Edinho, 23/2T) e Romarinho (Henríquez, 23/2T). Técnico: Juan Pablo Vojvoda

Histórico geral de Sport x Fortaleza (todos os mandos)
44 jogos
21 vitórias rubro-negras (47,7%)
13 empates (29,5%)
10 vitórias tricolores (22,7%)

Os seis confrontos pela Série A (3V tricolores, 2E e 1V rubro-negra)
1º) 25/08/1973 – Sport 0 x 0 Fortaleza (Ilha do Retiro)
2º) 04/05/1974 – Fortaleza 3 x 3 Sport (Castelão)
3º) 09/09/2020 – Fortaleza 1 x 0 Sport (Castelão)
4º) 06/01/2021 – Sport 1 x 0 Fortaleza (Ilha do Retiro)
5º) 13/06/2021 – Fortaleza 1 x 0 Sport (Castelão)
6º) 26/09/2021 – Sport 0 x 1 Fortaleza (Arena Pernambuco)

A análise do Podcast 45 Minutos sobre a partida (a partir do tempo 1h52):


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •