Compartilhe!

O time rubro-negro definiu o resultado logo no 1º tempo. Foto: Anderson Stevens/Sport.

O Sport venceu a frágil equipe do Decisão por 3 x 0, em Caruaru, e ratificou a permanência na primeira divisão do Campeonato Pernambucano. O time rubro-negro marcou todos os gols antes do intervalo, através de Leandro Barcia (10), Betinho (16) e Elton (42). O vexame em relação à participação no quadrangular do rebaixamento ainda vai seguir por mais uma rodada, contra o Petrolina, na terça-feira. Entretanto, a partir de agora, as atenções já estão inteiramente voltadas ao Campeonato Brasileiro, com estreia marcada dentro de uma semana, contra o Ceará, que no mesmo horário abria vantagem na final da Copa do Nordeste, lá em Salvador.

A primeira rodada da Série A já é um exemplo da disparidade em relação ao desempenho do leão em 2020, cujo sentimento de permanência parece mesmo se limitar ao âmbito estadual. Até aqui, somando Pernambucano, Nordestão e Copa do Brasil, o leão fez 21 jogos, com 6 vitórias, 10 empates e 5 derrotas. Isso corresponde a um aproveitamento de 44%, mesmo com apenas duas partidas contra times de elite (derrota para o Ceará e empate com o Fortaleza).

Apesar das dificuldades econômicas na pandemia, que atinge todos os clubes, diga-se, há uma inércia na preparação da equipe para a principal competição da temporada, em duração, com 38 rodadas, e desafio técnico, com 19 adversários mais ricos. O time já se mostrou ineficiente em jogos de maior peso, com apenas uma partida de exemplo positivo (o empate em 0 x 0 com o Fortaleza, nas quartas da Lampions). É muito pouco. Tanto que, mesmo na condição de atual campeão e maior vencedor do Estadual, o time estava lá no Antônio Inácio tendo que vencer para espantar o fantasma de um descenso local. Beira o inacreditável. Só não é porque a realidade chegou e ficará mais evidente a partir de 8 de agosto. A conferir…

Campanhas do Sport em 2020
Estadual – 4 vitórias, 5 empates e 2 derrotas (1ª fase)
Nordestão – 2 vitórias, 5 empates e 2 derrotas (quartas)
Copa do Brasil – 1 derrota (1ª fase)

Escalação do Decisão
Jose Henrique; Sorriso (Rafinha), Alenilon, Raykar e Weslley; Vágner Rosa (Josy), Felipe Almeida (Romarinho), Kadí e Aruá (Esquerdinha); William Luz e Jackson (Gui). Técnico: Paulo Junior

Escalação do Sport
Mailson; Patric (Raul Prata), Adryelson, Chico e Sander; Willian Farias (João Igor), Betinho e Lucas Mugni (Ronaldo); Barcia (Maxwell), Elton (Jonatan Gomez) e Marquinhos. Técnico: Daniel Paulista

A análise do Podcast 45 Minutos (Fred Figueiroa, João Pereira e Lucas Liausu):

Leia mais sobre o assunto
Itaú estima queda de R$ 226 milhões nas previsões de receitas dos clubes do Nordeste em 2020


Compartilhe!