Compartilhe!
  •  
  • 10
  •  
  •  

No geral, as rubro-negras têm uma média de 5,5 gols, enquanto as alvirrubras têm média de 4,2.

Pela 6ª vez, Sport e Náutico vão decidir o título pernambucano feminino. Isso corresponde a 1/3 de todas as edições. Valendo ainda por “2020”, os rivais chegam com a mesma campanha, tendo 7 vitórias em 8 jogos – sim, o torneio foi curto. Na semifinal, passaram fácil por Íbis e Ferroviário, respectivamente, vencendo lá e lô. Na verdade, o único revés das duas equipes finalistas foi justamente no Clássico dos Clássicos.

No turno, as alvirrubras quebraram um jejum de 12 anos no confronto. No returno, nos Aflitos, as rubro-negras deram o troco e tomaram a liderança da competição, no saldo de gols. Inclusive, este seria o critério para definir o mando de campo da final em jogo único no dia 7 de abril, com o Sport à frente: +39 vs +29. Porém, o jogo será na Arena PE, às 15h, com transmissão da FPF TV, através da parceria com a plataforma de streaming MyCujoo – os jogos anteriores tiveram cerca de 3 mil visualizações. Lembrando, a data marca também o aniversário de 120 anos do clube de Rosa e Silva.

Apesar de o Sport ter o melhor ataque (44 x 34), o Náutico tem a artilheira do campeonato. Até a ida da semifinal, a atacante Thays, do Sport, era a ponteira, com 14 com gols. No entanto, alvirrubra Nadine marcou 7 vezes (!) no jogo de volta e chegou a 15 gols, se isolando.

O peso do título pernambucano
Sobre o título estadual no futebol feminino, cujo troféu lembra o da Série A, existem nuances interessantes. O Sport tenta retomar a hegemonia, pois se igualaria à Acadêmica Vitória – o time do interior tem oito taças. Já o Náutico tenta quebrar um jejum de 14 anos. Além do feito, há uma benesse com a vaga na 2ª divisão do Campeonato Brasileiro de 2021. Ou seja, o triunfo valerá um calendário estendido. Especificamente sobre o Clássico dos Clássicos, o scout de títulos na categoria é favorável às leoas, com 4 x 1. Deu leão em 2000, 2007, 2009 e 2018. E deu timbu em 2005.

Os clássicos disputados no Estadual 2020 (e a audiência no streaming)
16/01 – Sport 2 x 3 Náutico, no Ademir Cunha (3,0 mil views)
07/03 – Náutico 0 x 2 Sport, nos Aflitos (2,8 mil views)

As campanhas dos finalistas doo Estadual 2020
1º) 21 pontos (7V, 0E e 1D) – Sport (+39; 44 GP e 5 GC)
2º) 21 pontos (7V, 0E e 1D) – Náutico (+29; 34 GP e 5 GC)

Time-base do Sport
Raíssa; Alessandra, Girlei, Tatiane e Amanda Leite; Amandinha, Pintinho, Ísis e Esterfany; Janaína e Thaís. Técnica: Keila Felício.

Time-base do Náutico
Keka; Jéssica, Débora Santana, Ana Grazy e Adriele; Débora Letícia, Popó, Nadine e Amanda; Marcela Rodrígues e Alana. Técnico: Jeronson França.

Os títulos pernambucanos femininos*
8x – Vitória (2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2019)
7x – Sport (1999, 2000, 2007, 2008, 2009, 2017 e 2018)
2x – Náutico (2005 e 2006)
1x – Santa Cruz (2019)
* Não houve disputa entre 2001 e 2004; Santa e Vitória fizeram uma parceria em 2019


Compartilhe!
  •  
  • 10
  •  
  •